Siga o Portal do Holanda

Mundo

Cristina depõe em tribunal oito dias antes de assumir vice-presidência

Publicado

em

A oito dias de assumir a vice-presidência da Argentina, Cristina Kirchner compareceu ao tribunal nesta segunda-feira, 2, para testemunhar em um processo por corrupção, que ela denuncia como parte de um plano para "destruir líderes populares e democráticos".

É a primeira vez que a ex-presidente (2007-2015) se pronuncia em sua defesa perante o tribunal que a julga como suposta chefe de uma organização criminosa, acusada de favorecer o empresário Lázaro Báez na concessão de licitações para obras rodoviárias na Província de Santa Cruz (Patagônia, sul).

Seus advogados solicitaram que a audiência pública fosse transmitida ao vivo pela televisão, mas teve o pedido negado pelo tribunal. Apoiadores esperaram por ela em frente ao local e reivindicaram que o depoimento fosse televisionado.

Cristina chegou às 9h30, sem falar com a imprensa. Ela insiste que as acusações contra ela são motivadas por uma perseguição política.

"Na Argentina, como no resto da América Latina, a articulação dos meios de comunicação hegemônicos e o aparato judicial com o objetivo de demonizar e destruir os líderes dos governos populares e democráticos, foi transformado em um plano sistemático", escreveu no Twitter horas antes da audiência.

Cristina, que governou entre 2007 e 2015, assumirá como vice-presidente no dia 10 de dezembro, após a vitória eleitoral da chapa peronista de centro-esquerda que integrou com Alberto Fernández.

Ordens de prisão

Atualmente, como senadora, tem foro parlamentar, o que a exime do cumprimento da prisão preventiva solicitada pelos juízes. Como vice-presidente e presidente Senado, ela precisa ter um julgamento político no Congresso antes da suspensão do foro. (Com agências internacionais)

No país das mulheres, homens são cidadãos de segunda classe

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.