Casal cristão é espancado até morrer por "blasfêmia"

Por Portal do Holanda

04/11/2014 19h59 — em Mundo

Um casal cristão foi espancado até a morte por uma multidão enraivecida no Paquistão depois de serem acusados de profanarem o Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos), segundo a polícia local.

Os corpos foram queimados em um forno na cidade de Kot Radha Kishan, na província de Punjab, no noroeste do país, onde o casal trabalhava.

A polícia identificou as vítimas apenas pelos nomes de Shama e Shehzad, segundo a agência de notícias AFP.

Leia mais: Salão de beleza ajuda mulheres atacadas por ácido no Paquistão

Blasmêfia é um assunto extremamente delicado no país, e críticos apontam que as leis são frequentemente usadas para fazer acertos de contas e perseguir minorias.

Um oficial de segurança disse à BBC que a polícia tentou salvar o casal, mas que não conseguu porque o número de agressores superava em muito o de policiais.

As mortes serão investigadas pelas autoridades paquistanesas.