Siga o Portal do Holanda

Mundo

Ataque com faca mata mulher e deixa 12 feridos em shopping na China

Publicado

em

PEQUIM — Uma mulher foi morta e 12 outras pessoas ficaram feridas após um homem realizar um ataque a faca no Joy City Mall, no distrito de Xidan, em Pequim, informou a polícia local neste domingo. Em comunicado, as autoridades informaram que o suspeito preso logo após o incidente, informa a Reuters.

Três homens e dez mulheres foram encaminhadas a hospitais na região, sendo que uma delas não resistiu as ferimentos. Os outros estão em situação estável, sem risco de morte. O suspeito foi identificado apenas como Zhu, um homem de 35 anos morador da província de Henan, ao norte do país.

Segundo as autoridades, Zhu confessou o crime, dizendo ter agido dessa forma para “expressar seu descontentamento”.

Imagens circularam em redes sociais, mostrando o chão do shopping coberto de sangue e feridos sendo removidos.

Os crimes violentos são raros na China, em comparação com outros países, especialmente nas grandes cidades, onde a segurança é reforçada. Entretanto, nos últimos anos aconteceram uma série de ataques com facas e outras armas brancas.

Em 2015, um homem armado com uma espada foi preso após matar uma mulher e ferir um turista francês num conhecido shopping de Pequim.

Tais ataques normalmente são realizados com armas brancas por causa do forte controle sobre a circulação de armas de fogo no país.

Normalmente, o governo responsabiliza pessoas com problemas mentais por esses crimes, além de militantes oriundos da região de Xinjiang, onde as autoridades enfrentam grupos insurgentes islâmicos.

Em 2014, 31 pessoas foram mortas durante um ataque a faca na estação de trem de Kunming, no sudoeste do país. Na ocasião, as autoridades culparam militantes islâmicos de Xinjiang.

O mau uso da liberdade

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.