Siga o Portal do Holanda

E comandar tráfico

Em Manaus, 12 pessoas são presas suspeitas de executar membros de facção rival

Publicado

em

Foto: Portal do Holanda

Manaus/AM - A polícia apresentou na manhã dessa quinta-feira (11), 12 pessoas suspeitas de comandarem o tráfico de drogas no bairro Lírio do Vale, na Zona Oeste. Parte delas também teriam envolvimento em homicídios.

Os presos são Eliaquim Vieira Batalha, 29, Erilane Ramos de Oliveira, 35, Gabriellly Farias de Melo, 21, Keisse dos Santos Costa, 37, Monike Cássia Souza da Silva, 28, Samuel Vieira Batalha, 22. Anderson Barbosa Felipe, 34, conhecido como “Peruca” e Celson Alves dos Santos, 36, conhecido como “Amarelo” que já estavam presos por outros crimes, também estão entre os acusados de integrarem o grupo criminoso.

De acordo com o delegado Aldeney Goes que coordenou as investigações, os suspeitos já eram  monitorados desde maio. Nesse período foi descoberto que o grupo que pertence a uma facção criminosa, teria tentado executar um rival, mas o mesmo sobreviveu.

A polícia, então, entrou em contato com a vítima que revelou que sua morte teria sido encomendada pelos chefes do grupo, porque o mesmo estava traficando no local sem autorização deles.

O delegado pediu a prisão preventiva dos envolvidos e seguiu com o monitoramento. No decorrer do processo, os agentes  observaram que o grupo agia de maneira minuciosamente organizada para garantir a compra e a distribuição do entorpecentes na área.

A maioria deles ocupava cargo de chefia. Outro detalhe que chama a atenção é o envolvimento de mulheres com na ação. Goes explica que os grupos criminosos tem recrutado cada vez mais mulheres por perceberem que em casos de abordagem policial, o procedimento de revista é mais complicado pelo fato de só poder ser realizado se tiver uma policial feminina na guarnição.

Sobre a participação de Peruca e Amarelo, considerados os mais perigosos do grupo, o delegado afirma que era deles que partiam as ordens de executar os desafetos da facção  fora. Eles já respondem por dois homicídios e podem ter envolvimento em muitos outros.

Os acusados vão responder por tráfico e organização criminosa e Peruca e Amarelo também devem ter acrescentadas as acusações de duplo homicídio qualificado. 

 

Coari sob a lupa do Ministerio Público

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.