Siga o Portal do Holanda

Ciência

Em Manaus, seminários do Inpa debatem água e impactos da infraestrutura global

Publicado

em

Nesta semana haverá rodada dupla dos Seminários da Amazônia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC). As sessões vão debater o crescimento da infraestrutura global e seus efeitos nas florestas tropicais e se a floresta realmente pode fazer chover, nesta quarta e quinta-feira (11 e 12), às 15h, em locais distintos no Instituto. Ambas serão em inglês e sem tradução.

Organizados pela Coordenação de extensão do Inpa, os Seminários da Amazônia são gratuitos e abertos ao público interessado. Nesta rodada os Seminários contam com o apoio do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais (PDBFF). O evento científico é um espaço de debates sobre temas de ponta da pesquisa científica do mundo e da Amazônia e servem de alerta sobre fatos importantes da região, a partir das pesquisas realizadas pelo Inpa e instituições colaboradoras.

Água em debate nesta quarta

Essencial para a vida e subsistência, a água é um recurso escasso para mais da metade da população do mundo. Novas pesquisas têm apontado as florestas como grandes influenciadoras na disponibilidade de água e sugerem que as árvores desempenham um papel muito maior nos padrões globais de precipitação.

A sessão extraordinária irá debater as controvérsias e novos achados da floresta e sua relação com as chuvas. Será ministrada na quarta-feira (11) pelo cientista doutor Douglas Sheil da Norwegian University of Life Science, Noruega, às 15h, no auditório do LBA, campus II do Inpa.

Era “explosiva” da infraestrutura

Ministrada pelo pesquisador doutor William F. Laurance, a sessão ordinária dos Seminários da Amazônia trará o debate sobre a era “explosiva” da infraestrutura na humanidade, na quinta-feira (12), às 15h, no auditório do Programa de Pós-Graduação em Ecologia (PPG-Ecologia), no campus III do Inpa, localizado na rua da Lua, S/nº, Morada do Sol, bairro Aleixo.

Na oportunidade, será discutida a realidade dos empreendimentos em larga escala e seus efeitos, descrevendo a situação da vida selvagem e dos ecossistemas-chave, como a floresta Amazônica, com apresentação dos riscos sociais, econômicos, financeiros, políticos e estratégias para diminuição dos riscos gerados pelo crescimento da infraestrutura global.

Laurance é pesquisador na James Cook University, na Austrália. Ele escreveu oito livros e mais de 600 artigos científicos e populares. Membro da Academia Australiana de Ciências e da Associação Americana para o Avanço das Ciências e ex-presidente da Associação de Biologia Tropical e Conservação, fundou e dirige a Alert (Aliança dos principais pesquisadores e pensadores ambientais), que é um grupo de defesa da ciência que engloba de um a dois milhões de leitores por semana. Venceu quatro vezes o Prêmio de Melhor Redação Científica da Austrália.

Vazamentos de delações estimulam linchamentos virtuais e antecipam condenações

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.