Palestra de Oscar Schmidt termina com insultos e abandono da plateia

Por Portal do Holanda

21/11/2014 9h44 — em Famosos & TV

Oscar Schmidt palestrou sobre obstinação para alunos de uma faculdade de Caruaru (PE), no último domingo, mas o evento não acabou bem.

Segundo o mediador do encontro, o ex-atleta "arrogância" e "estrelismo". "Ele deu um show de arrogância e estrelismo. Quando soube que seria moderador de uma palestra do Oscar, eu fiquei empolgado, queria fazer fotos, postar em redes sociais. Mas foi uma decepção total. Foi uma experiência horrível, chocante e decepcionante", relatou o moderador Eliaquim Oliveira.

O evento foi marcado por xingamentos e vaias. Dos 3 mil presentes na palestra, cerca de 600 pessoas deixaram o local antes do fim do evento.

Ainda de acordo com Oliveira, os problemas começaram antes do início da palestra quando Oscar chegou ao local atrasado. Depois o ex-atleta se irritou com problemas no computador e reclamou com o operador de som. 

"Ele disse que não queria usar aquele microfone pois era coisa de amador. O dele estava dando interferência e ele começou a xingar o operador de som, e soltar vários palavrões", disse Oliveira.

As pessoas não gostaram da atitude do artista  e começaram a deixar o local o deixando mais irritado.

O cachê dele foi de R$ 40 mil e público desembolsou entre R$ 60 e R$ 70 para assistir a palestra.

O ex-jogador de basquete não quis comentar sobre o assunto.

Nas redes sociais, alguns alunos comentaram sobre o episódio. "A palestra foi uma total baixaria… insultou e humilhou a plateia em todos os momentos, reclamava o tempo todo com as pessoas que estavam tirando fotos dele dizendo que estava ali para contar a história dele e não para ser fotografado, pois quem quisesse tirar foto dele poderia ir embora. Enfim, só presenciei apenas 15 minutos de palestra, pois eu e mais centenas de pessoas nos retiramos dali, pois esses poucos minutos foram o suficiente para transformar aquele momento de satisfação e de aprendizado em ódio", disse a estudante Cybeli Oliveira.

"São mais de 2 metros de puro desrespeito, cara ignorante. Ele achava que estava dando palestra para os amigos de boteco dele. Na palestra havia pessoas boas, atrás de um bom conteúdo", disse Adeildo Silvin.