Ex-BBB diz que foi eliminado por conta de preconceito dos evangélicos

Por

18/06/2014 10h05 — em Famosos & TV

João Almeida, primeiro eliminado do BBB14, desabafou sobre o preconceito que sofre por ser cartomante e atribuiu a isso sua eliminação do reality show.

"Muitas pessoas dizem: porque você foi o primeiro eliminado? Resposta está aí. O Brasil é um país evangélico e católico de maior número. O povo acha que religião é a igreja, o padre, a Bíblia, o pastor e ponto. Religião é fazer o bem sem olhar a quem. Fui chamado inbox de diabo, capeta, tudo que foi nome. Agora falo para vocês: eu sou discriminado todos os dias e, por isso, não falo nada na mídia sobre o meu trabalho", disse.

Por fim, o cartomante disse que já pediram para que divulgassem seu trabalho na internet.

"O programa que participei me mandou emails, mensagens, até ligou para eu por fotos e vídeos falando sobre o que faço. Pra quê? Para eu virar ‘chacotinha’ sem poder me defender? Pois falar da pessoa sem ela poder se defender é mole. Senta na minha mesa de jogo de coração puro e você vai ver o que é um cara sério no que faz. E detalhe: não coloco anúncio, só indicado e por boca a boca. Valeu aí a discriminação. Isso é Brasil".