Tatá Werneck bate boca com internauta após ser criticada por usar máscaras

Por Portal do Holanda

07/05/2021 9h27 — em Famosos & TV

Tatá Werneck e o marido Rafael Vitti no velório de Paulo Gustavo - Foto: Marcelo Sá Barreto / Agnews

Tatá Werneck esteve por alguns minutos na cerimônia de cremação de Paulo Gustavo ontem e  passou a ser criticada por estar usando duas máscaras e uma face shield, além de álcool gel nas mãos.

Alguns internautas criticaram a atriz afirmando que ela queria “biscoito” e Tatá acabou batendo boca com uma mulher no Instagram.

“Essa é a Tatá no velório/crematório do Paulo Gustavo. Me perdoem, mas tudo o que eu amava essa mulher, peguei ranço. Três máscaras? Me economize!”, escreveu a internauta.

A atriz rebateu afirmando ter síndrome do pânico: “Eu nunca saí de casa que não fosse pra trabalhar. Eu pensei muito antes de ir mas eu tô tão deprimida e negando tanto tudo que aconteceu que eu precisava ver para entender. Fiquei 15 minutos e saí. Você nunca conheceu alguém com síndrome do pânico? Nossa, estou de fato, muito triste pelo seu ódio gratuito, ainda mais num dia que eu estou sofrendo pra cace**. Não precisava de nada disso”.

A mulher voltou a rebater: “Ranço vem desde o alarde que somente você tem feito com essa morte, coisa que nunca vi na vida. O marido dele em silêncio, a mãe, os colegas de cena, você (na minha opinião), está over. Você acabou de "enterrar" seu melhor amigo e está tirando satisfações comigo em direct de Instagram? Tudo isso porque dei minha opinião no que julgo exagero?”.

Tatá se irritou e soltou o verbo: “Quem é você para medir meu nível de dor e amor pelo Paulo? As pessoas lidam como bem entendem. Eu não vim tirar satisfação, eu vim entender porque esse ódio gratuito. Mas não sou trouxa. Você é escrota. Eu sei do quanto o Paulo gostaria do maior número de homenagens possíveis. Eu falava com o Paulo todos os dias. Eu sei do que ele gosta. Aff. Amarga”.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV