Siga o Portal do Holanda

Famosos & TV

Políticos, autoridades e jornalistas lamentam morte de Ricardo Boechat

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista Ricardo Boechat, 66, morreu após a queda de um helicóptero em São Paulo nesta segunda-feira (11).

A informação foi confirmada pela Folha. Mais cedo, o Corpo de Bombeiros informou que duas pessoas tinham morrido após um helicóptero cair sobre um caminhão em trecho do Rodoanel que dá acesso à rodovia Anhanguera, na zona oeste de São Paulo.

Pelas redes sociais, jornalistas, políticos e celebridades lamentaram a morte de Boechat.



Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) divulgou nota de pesar em que diz que o jornalista era "um profissional reconhecido pelo trabalho e senso crítico aguçado revelado nos principais meios de comunicação do país".



Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também se manifestou nas redes sociais. "Recebo com tristeza a informação sobre a trágica morte do jornalista Ricardo Boechat e outras duas pessoas", disse. "Boechat foi um dos grandes comunicadores do nosso país e uma referência de bom jornalismo e independência. Presto minha solidariedade a seus familiares e amigos." ​ ​



Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais

Em nota, o governador de Minas, Romeu Zema, disse que recebeu com pesar a notícia da morte de Boechat. Zema foi entrevistado pelo jornalista no programa Canal Livre, da Bandeirantes, em novembro de 2018. O governador diz se "solidarizar com os familiares, amigos e colegas de trabalho do jornalista e lamenta essa perda para a imprensa brasileira".



João Doria (PSDB), governador de São Paulo

Em sua conta no Twitter, João Dória afirmou que o Brasil perdeu um dos maiores jornalistas da história da imprensa brasileira. "Sua atuação diária demonstrava sensibilidade em defesa do interesse público e do jornalismo de qualidade. Toda a solidariedade a seus familiares, amigos e colegas da Rede Bandeirantes", disse. O governador lamentou, também, a morte do piloto Ronaldo Quattrucci, que faleceu no acidente.



Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro

Em nota, Wilson Witzel afirmou que Boechat era "referência no jornalismo brasileiro, respeitado pela coragem e veemência na denúncia da má gestão pública e privada, Boechat com certeza deixará saudade em tantos ouvintes, telespectadores, leitores e admiradores que acumulou ao longo de tantos anos de trajetória profissional. Com estilo único, Boechat é insubstituível". O governador desejou "votos de força e fé a toda família de Boechat e também ao Grupo Bandeirantes, que perde um de seus mais brilhantes jornalistas".



Dias Toffoli, presidente do STF

"Lamento a morte do jornalista Ricardo Boechat ocorrida nesta segunda-feira (11), em São Paulo. A imprensa e a sociedade brasileira estão em luto pela perda desse excelente profissional que com dinamismo e versatilidade levava a notícia aos públicos mais diversos, seja para quem o lia na coluna da revista Istoé, seja para quem o ouvia na rádio ou o assistia nos telejornais da Band. Presto minhas sinceras condolências à família, aos amigos e às empresas para as quais trabalhou ao longo de quase meio século de jornalismo", afirmou em nota.



Prefeitura de São Paulo

Em nota, a Prefeitura de São Paulo lamentou a morte de Ricardo Boechat. "Boechat teve destaque em todas as funções que desempenhou no jornalismo, seja como repórter, comentarista ou apresentador. Sempre empenhado em retratar os fatos de maneira precisa e correta, passou pelos principais veículos de comunicação do país e, nos últimos anos, trabalhando na Rádio BandNews FM e na TV Bandeirantes, acompanhou de perto, com a competência de sempre, os temas mais caros à cidade de São Paulo".



Eduardo Suplicy (PT), vereador em São Paulo

No Twitter, Suplicy lamentou a morte de Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci, que também faleceu no acidente.



Marcelo Freixo (PSOL-RJ), deputado federal

"Muito triste com a morte de Ricardo Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci. Boechat é um dos jornalistas mais importantes e competentes do Brasil. Vai fazer muita falta! Deixo minha solidariedade aos amigos e familiares do Boechat e do Ronaldo", disse o deputado em sua conta no Twitter.



Ivan Valente (PSOL-SP), deputado federal

Em sua conta no Twitter, Ivan Valente disse: "Lamentamos profundamente a morte do jornalista Ricardo Boechat. A imprensa brasileira perde um grande polemista e comunicador. O acidente com o helicóptero provocou a morte dele, do co-piloto e do piloto. Nossas condolências à família de todos."



​Vera Magalhães, jornalista e colunista do Estado S.Paulo e da rádio Jovem Pan

"Estou passada com essa notícia do Ricardo Boechat. Tive o privilégio de conhecê-lo pessoalmente há dois anos, num almoço delicioso e cheio de risadas com amigos queridos. Mas a admiração profissional era anterior e só se confirmou após o contato pessoal. Tô muito triste", disse a jornalista em sua conta no Twitter.



Tino Marcos, jornalista da TV Globo

"Ri muito em redação e camarim com o Boechat, alma leve, bom humor. E um monstro na profissão. Sou ouvinte quase diário, sou fã. Ética, coragem, clareza. O jornalismo perde muito muito. O mundo anda triste", disse o jornalista em sua conta no Twitter.



Chico Pinheiro, jornalista da TV Globo

"Conheci Boechat quando ele trabalhou no Bom Dia Brasil, no fim da década de 90. Eu participava de São Paulo e ele interagia com o Renato Machado, no RJ. Cheguei a apresentar o jornal com ele no estúdio. Sempre admirei seu trabalho. Sentiremos sua falta. R.I.P.", disse Chico Pinheiro em sua conta no Twitter.

Vitória de amazonenses no STF. Veja quem esteve na linha de frente dessa luta

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

LEIA A BULA: AVALIAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO AMAZONAS

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.