Siga o Portal do Holanda

Famosos & TV

Médico que fez hidrolipo de MC Atrevida não é cirurgião plástico, diz polícia

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

O médico Wilson Ernest Garlaza, que realizou a hidrolipo em Fernanda Rodrigues, a MC Atrevida, não prestou depoimento, alegando ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A funkeira morreu na última segunda-feira (27), aos 43 anos, 11 dias após fazer a cirurgia plástica em uma clínica de estética no Rio de Janeiro.

Segundo o delegado André Neves, o médico afirmou que estava acamado após o AVC. A polícia aguarda laudo médico comprovando o atendimento.

As investigações estão avançadas, segundo o delegado, e há informações de que o médico em questão não seria  cirurgião plástico, mas sim ginecologista.

A dona da clínica, Wânia Tavares, que se intitula "Rainha das Plásticas", já foi ouvida pela polícia. O loal foi interditado por falta de licença sanitária.

O laudo da morte aponta que Fernanda teve septicemia subcutânea, que resultou em uma infeccção generalizada causada por uma inflamação na pele.


Últimas notícias

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.