Kesha chora após perder processo contra empresário acusado de estuprá-la

Por Portal do Holanda

21/02/2016 14h09 — em Famosos & TV

Kesha foi às lágrimas após perder o processo contra seu produtor e empresário Dr Luke, na sexta-feira, 19, na Suprema Corte do Estado de Nova York, nos Estados Unidos.  

A cantora tenta se desvencilhar do contrato que a mantém sob os cuidados do produtor Luckasz Gottwald e da gravadora Kemosabe Records. Ela procurou a justiça após acusar o produtor de drogá-la, agredi-la, estuprá-la e instigar seus distúrbios alimentares durante o tempo em que trabalharam juntos, o que tornaria traumático e impossível continuar trabalhando com ele. Nas acusações, a artista alega que quando tinha 18 anos, o produtor teria a obrigado a beber álcool e usar drogas para perder a timidez. 



A decisão da juíza Shirley Korneich, no entanto, não acolheu o pedido da autora. Ela explicou que a Corte não irá invalidar um contrato que foi amplamente negociado pelas partes e é típico da indústria. “Meu instinto é fazer o comercialmente razoável”, disse a juíza, levando a cantora às lágrimas, sendo amparada pela mãe e pelo namorado, Brad Ashenfelter.

A defesa de Luke afirmou que as acusações são fabricações da cantora e sua mãe, a compositora Pebe Sbert, para quebrar o contrato sem pagar a multa.

Nas redes sociais, os fãs estão revoltados com a situação, e a frase “Free Kesha” (liberte Kesha) voltou aos trending topics. Ao sair da Corte, a cantora se deparou com uma pequena multidão de fãs que se aglomeravam nas portas, gritando “Liberte Kesha!”. 

Kesha afirma que Luke fez com que ela cheirasse uma substância antes de embarcar em um avião e, então, ele a violentou, enquanto ela estava dopada. Em outra ocasião, segundo Kesha, ele supostamente deu "pílulas de sobriedade" para a cantora e ela acordou nua na cama do produtor, sem se lembrar de como ela chegou lá. Ela também relatou um incidente em que o produtor supostamente veio para ela "violentamente a atingindo com os braços". Isso fez com que ela corresse descalça pelas ruas.

Artistas como Lady Gaga, Ariana Grande, Lorde, Lily Allen e Kelly Clarkson, entre diversas outras, apoiaram a coragem da cantora em denunciar o abuso e criticaram Dr Luke.

"Esta ação é um esforço sincero de Kesha para recuperar o controle de sua carreira musical e sua liberdade pessoal, depois de sofrer por 10 anos como uma vítima de manipulação mental, abuso emocional e sexual nas mãos de Dr. Luke", disse o advogado de Kesha, em relato publicado pelo site TMZ.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV