Siga o Portal do Holanda

Famosos & TV

Ingressos para Sandy & Junior têm filas e caos

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Número de usuários na sua frente: 435.992. Aguarde a sua vez." Essa foi a mensagem exibida no site da Ingresso Rápido no momento em que este repórter tentou fazer o teste para comprar entradas para o show da dupla Sandy & Junior em São Paulo.

A venda foi aberta à 0h01 desta sexta (22) e a tentativa da reportagem ocorreu 20 minutos depois disso. Prestes a começar a venda, mas ainda antes da meia-noite, a concentração de pessoas para comprar na internet já era grande.

A vendedora Thais Mesquita, 35, entrou na fila por volta das 23h e logo viu na tela o aviso da gigantesca fila virtual. Três desses fãs eram suas amigas, parte de um grupo de cerca de 15 jovens que combinaram de ir ao show juntos.

"Desisti. Eles abrem a fila antes da meia-noite e não avisam", reclama Mesquita, que preferiu depositar suas esperanças em uma das amigas, que estava na posição 454.

A amiga, a paulistana Danielle Souza, 30, no fim conseguiu. A jovem, que trabalha em uma empresa de tecnologia, conta que entrou no site às 23h30 e demorou cerca de 20 minutos para finalizar a transação. Comprou oito ingressos, o limite permitido por CPF. "Gastei cerca de R$ 2.300", contabiliza.

As filas quilométricas, tanto online quanto nas bilheterias físicas, fizeram com que a empresa Live Nation anunciasse dois shows extras da turnê "Nossa História", em que os irmãos se reúnem para celebrar os 30 anos de carreira.

O Rio de Janeiro terá uma nova apresentação no dia 2 de agosto, na Jeunesse Arena, enquanto São Paulo também receberá os irmãos em 25 de agosto, no Allianz Parque.

Agora serão 12 eventos -Recife (12/7), Salvador (13/7), Fortaleza (19/7), Brasília (20/7), Rio (2/8 e 3/8), Belo Horizonte (17/8), São Paulo (24/8 e 25/8), Curitiba (31/8), Manaus (13/9) e Belém (14/9).

Para conseguir assistir aos shows, a analista de ecommerce Priscila Gomes, 25, usou o cartão do namorado para a pré-venda na quarta (20).

A paulistana entrou na fila pelo celular cinco minutos antes de as entradas começarem a ser vendidas e estava na posição 8.000. "Comprei dois ingressos", diz a jovem, que gastou R$ 504 e vai à apresentação acompanhada da prima. "Será meu primeiro show deles. Se eu não conseguisse, acho que iria infartar", exagera.

A pré-venda presencial também foi caótica. O estádio do Pacaembu, em São Paulo, presenciou grandes filas com pessoas que buscavam tíquetes para o evento. Pela alta demanda, na terça (19), houve anúncio de um novo setor disponível, o que aumentou a capacidade de espectadores de 37,1 mil para 45,5 mil.

Em Belo Horizonte, também visando capacidade maior de público, a apresentação será na esplanada do Mineirão -e não mais no ginásio do Mineirinho. De 12 mil lugares agora ficam disponíveis 24 mil, segundo a organização.

Embora a Live Nation tenha tomado algumas medidas para ampliar a quantidade de fãs por apresentação, a empresa preferiu não comentar sobre o caos nas vendas.

A pré-venda para os dois novos shows ocorre, a partir das 10h, nos dias 27 e 28 de março, e é exclusiva para clientes dos cartões Elo. Já a venda geral online será a partir da 0h01 de 29 de março. Nas bilheterias, a compra pode ser feita a partir das 10h e não há taxa de conveniência. Os preços variam de R$ 70 a R$ 520.

De acordo com Junior, o repertório será o trabalho que a dupla fez junta. "Não haverá nada da carreira solo", disse ele durante a divulgação da turnê, em 13 de março. E, segundo Sandy, não haverá novas composições. "Será aquilo que o público mais gostava de ver", afirmou no evento.

Questionados sobre participações especiais, os irmãos disseram que ainda não haviam pensado sobre isso e não havia nomes. "O foco é reviver com o público a nossa história", ressaltou Junior.

Nos últimos meses, Sandy esteve com a turnê solo "Nós, Voz, Eles". Em agosto durante show no Credicard Hall, a cantora convidou o irmão para uma participação especial.

Enquanto isso, Junior Lima também seguiu sua carreira artística. Neste ano, ele fez algumas apresentações com o projeto Manimal, ao lado de Julio Torres, em que une instrumentos musicais, como a guitarra tocada por ele, à música eletrônica.

A dupla encerrou oficialmente a parceria nos palcos em dezembro de 2007 com a última apresentação de uma turnê de oito meses no Credicard Hall, na zona sul de São Paulo. Eles estavam emocionados e não contiveram as lágrimas ao subir ao palco.

Ministro finge para bancada do Amazonas, mas joga duro no plenário do STF contra ZFM

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORAH do H ENTREVISTA: GHISA BENCHIMOL, EMPREENDEDORISMO QUÂNTICO E TERAPEUTA HOLÍSTICA

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.