Felipe Neto se pronuncia após entrar em lista de monitorados pelo governo

Por Portal do Holanda

01/12/2020 16h38 — em Famosos & TV

Governo Bolsonaro teria encomendado lista para monitorar influenciadores e jornalistas que falam mal do governo.  Foto: Reprodução/Twitter

Felipe Neto ironizou, nesta terça-feira (1º) o fato de ter seu nome em uma lista, supostamente encomendada pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, de influenciadores que falam mal do governo, do Ministério Público ou do próprio Guedes. A tal relação foi divulgada pelo colunista Rubens Valente, do Uol.

"Como eu fui classificado pela equipe do Paulo Guedes como um DETRATOR na lista de 81 pessoas a serem "monitoradas de perto", eu apresento: Felipe Neto Detrator. #TheTratores", escreveu o youtuber. 

"Olha Paulo Guedes, gastar R$2,7 milhões para montar uma lista de "detratores a serem monitorados" e não incluir a @nilmoretto é a prova de como vcs não sabem gastar dinheiro. Um moleque de 15 anos faria uma planilha de Excel melhor e mais completa por R$30 e crédito na Steam", continuou o influenciador, no Twitter.

Segundo a reportagem do colunista que divulgou a lista, o governo federal contratou uma empresa de comunicação para orientar como o governo deveria lidar com o grupo de 81 jornalistas e 'outros formadores de opinião' (influenciadores), que teria suas publicações monitoradas de perto. 


+ Famosos & TV