Dias antes de morrer, Eva Wilma gravou na UTI trecho para novo filme

Por Portal do Holanda

16/05/2021 17h01 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução/Instagram

A internação na UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, não impediu Eva Wilma, 87, de continuar exercendo a sua paixão pela profissão.

A artista chegou a gravar a voz para o filme “As Aparecidas”. Ela publicou uma foto em sua conta do Instagram, lendo o texto para depois gravar, e escreveu na legenda:  "quem tem arte na veia, sabe que o 'show tem que continuar'". Ensaiando para gravar um 'off' para o filme 'As Aparecidas', cujas filmagens foram interrompidas por conta do momento. Foi gravado ali mesmo e depois finalizaremos em estúdio. O trabalho é vida. Como diria Gonzaguinha, '...um homem sem trabalho não tem honra, e sem a sua honra se morre, se mata'.”.

O diretor Ivan Feijó, responsável pelo filme, se impressionou com a dedicação: "A extraordinária Eva Wilma. Muita saúde e vida plena. O cinema, o teatro e a televisão te reverenciam, magnífica dama".

Na ocasião, Eva ainda não havia sido diagnosticada com o câncer no ovário, que culminou na sua morte no sábado (15) com uma insuficiência respiratória.

Ela estava internada para tratar problemas cardíacos e renais desde o dia 15 de abril. O câncer foi descoberto no dia 7 de maio.

 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV