Compartilhe este texto

BBB 22: Rodrigo não fala com a mãe, viu o pai morrer em seus braços e perdeu avó para covid

Por Portal do Holanda

15/01/2022 11h21 — em
Famosos & TV


Foto: Reprodução/Instagram

Prontamente rotulado como participante “hétero top” pelos internautas, Rodrigo, do BBB 22, tem uma história de sofrimento familiar. O gerente comercial de 36 anos falou sobre alguns dos acontecimentos antes de entrar no programa.  

“Nasci numa casa de brigas e meus pais se separaram quando eu tinha uns 8 anos. Fui morar com a minha mãe, que me expulsou aos 12. Fui morar com meu pai, que quando eu tinha 17, 18 anos, também me expulsou. Eu já fazia estágio, aluguei um apartamento e minha carreira foi ascendente”, disse. 

“Ele [pai] começou a se reaproximar e me chamou para sair, me pediu desculpas, o que me pegou de surpresa. Nesse dia, resolvi segui-lo de carro até em casa. Vi ele bater, saí correndo, mas morreu no meu colo.”, relatou.

Rodrigo era muito próximo da avó paterna, que era o seu amor, mas faleceu de Covid-19 durante a pandemia.

Hoje em dia, ele só tem contato com os irmãos e os três passaram o Natal juntos pela primeira vez em 2021. Rodrigo afirma que não tem costume de contato físico e tem dificuldade de chorar, por não ter tido uma família unida e se acostumado a ser sozinho.

Após a morte do pai, ele se mudou para a Austrália, sonhando em estudar Marketing no país, e trabalhou como pedreiro, lavador de louça e bartender no lugar para poder se sustentar. 

 Antes disso, ele acabou sendo descoberto como modelo durante um passeio pelo shopping.  Se apaixonou por uma brasileira e se casou por lá, se separando dois anos depois e voltando para o Brasil sem nada.

Foi quando ele voltou com “sangue nos olhos”, pronto para alavancar a carreira. Passou no processo seletivo de uma multinacional, e hoje é gerente comercial por lá.

Sobre as manias que podem prevalecer na casa, ele afirma: “Sou muito impulsivo e ansioso, às vezes escolho o caminho errado e isso pode me prejudicar. Tenho que dormir bem, não gosto de barulho, como mal e fico de mau humor. E não gosto de desorganização, me estressa ver bagunça e louça na pia.”


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Famosos & TV

+ Famosos & TV