Professor estupra adolescente com doenças venéreas

Por

03/07/2014 9h06 — em Brasil

O professor de filosofia que não teve o nome identificado foi preso em flagrante na última quarta acusado de estuprar um adolescente de 14 anos em um banheiro na Lagoa do Taquaral, em Campinas, São Paulo.

O homem trabalha em Santa Catarina e estava na cidade para visitar o pai.

O garoto, que já havia sido estuprado aos 11 anos, é contaminado com sífilis, hepatite A e suspeita de HIV, segundo a Guarda Municipal.

O adolescente faz tratamento próximo à Lagoa Taquaral e informou aos guardas o que havia acontecido.

"Estávamos em patrulhamento pelo interior do Parque Taquaral e recebemos uma ordem de serviço para adentrar no banheiro masculino, porque lá tem diversos atos obscenos. Entramos no banheiro e verificamos que dentro de um box haviam duas pessoas. A gente aguardou e quando saíram a gente abordou as duas pessoas e percebemos que tinha um adolescente com retardo mental", informou o guarda.

O acusado ficou preso por estupro de vulnerável.