Siga o Portal do Holanda

Policial

Preso mais um acusado de participar de estupro coletivo de menor no Rio

Publicado

em

Foto: Reprodução

A polícia prendeu neste sábado (18), mais um dos acusados de participarem do estupro coletivo de uma menor no ano passado, na comunidade  Morro do Barão, no Rio de Janeiro. Segundo o site Extra,  Moisés Camilo de Lucena, mais conhecido como Canário, foi preso enquanto tentava fugir de uma blitz.

De acordo com policiais da Unidade Policial Pacificadora do Jacarezinho (UPP), o carro onde Canário estava com mais quatro homens, foi abordado em um patrulhamento de rotina. Na ocasião, Moisés tentou fugir, mas foi capturado pelos agentes e conduzido ao 25º DP.

Na delegacia ele foi identificado e reconhecido como um dos autores do estupro. Camilo já era procurado pela justiça desde que o caso veio a público em junho de 2016, ele também é apontado como um poderoso traficante do Morro.

Para quem não lembra, o caso trata-se de uma menor que teria sido abusada por pelo menos 30 homens, enquanto estava desacordada em uma favela do Rio. O vídeo da ação foi postado nas redes sociais por um dos próprios estupradores. As imagens chocaram o Brasil e acabaram sendo usadas para ajudar na identificação dos suspeitos.

O número de autores do crime nunca foi confirmado, mas dois dos homens que aparecem no vídeo, foram presos e condenados a 15 anos de prisão. Canário é o terceiro e deve ser julgado nos próximos dias. Após a denúncia, a adolescente recebeu várias ameaças de morte e teve que ser incluída no Programa de Proteção a Testemunhas.

II Simpósio Internacional de Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas

Vice não consegue resolver crise na saúde e aponta 'infestação'

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

II Simpósio Internacional de Gestão Ambiental e Controle de Contas Públicas


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.