Zverev domina final contra Khachanov e conquista o ouro para a Alemanha no tênis

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

01/08/2021 7h04 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Alexander Zverev não deixou a espetacular vitória sobre Novak Djokovic tirar seu foco da busca pelo ouro olímpico. Dois dias depois de abater o número 1 do mundo nos Jogos de Tóquio, o alemão de 24 anos, atual número 5 do mundo, manteve o alto nível de tênis, superou o russo Karen Khachanov (25º no ranking) por 6/3 e 6/1 e conquistou a medalha mais valiosa.

Sascha torna-se, assim, o primeiro homem alemão e segundo atleta do país a conquistar um ouro olímpico nas simples. Até este domingo, apenas Steffi Graf, em Seul-1988, havia levado o país ao posto mais alto do pódio nas simples. Contando também as duplas, Zverev é o terceiro alemão a faturar o ouro. Em Barcelona-1992, Boris Becker e Michael Stich venceram o torneio de pares.

A decisão deste domingo foi a segunda final olímpica masculina entre um russo e um alemão. A primeira aconteceu em Sydney-2000, quando Yevgeny Kafelnikov, algoz de Gustavo Kuerten nas quartas de final, superou Tommy Haas na luta pelo ouro.

COMO ACONTECEU

Zverev fez mais do que deu certo contra Djokovic. Ótimos saques e um jogo consistente e agressivo do fundo de quadra. O alemão tomou a dianteira logo no terceiro game, quebrando Khachanov e abrindo 3/1 na sequência. O russo teve apenas uma chance de reequilibrar o confronto, mas não converteu o brek point que conquistou no sexto game. Mais sólido, Zverev ainda conseguiu outra quebra, que veio no nono game quando Khachanov errou um voleio.

Sascha não só atacava com eficiência, mas conseguia lidar bem com os golpes potentes do adversário. E foi assim, num belo rali, defendendo de slice com a direita e matando o ponto com um backhand na paralela, que Zverev mandou um recado logo no primeiro game do segundo set. Khachanov, então, passou a agredir ainda mais e correu riscos. Foi assim, com um erro não forçado buscando um winner, que o russo cedeu mais uma quebra no segundo game. Depois disso, o alemão disparou na frente e não olhou mais para trás até fechar o jogo em 6/1.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes