Treinos livres do GP da França têm batida e domínio de Mercedes e Red Bull

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

18/06/2021 17h05 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Os treinos livres para o GP da França, que ocorreram na manhã desta sexta-feira (18), foram dominados pela Mercedes e pela Red Bull.

Valteri Bottas foi o responsável por fazer o tempo mais rápido da primeira parte do evento, que ocorreu no circuito Paul Ricard, em Le-Castellet. Na segunda metade, Max Verstappen liderou.

Uma série de saídas de pista - provocadas pelo forte vento - e danos aos carros também marcaram as sessões. Neste sábado (19), às 10h (horário de Brasília), os pilotos disputam o grid classificatório.

Confira como foram as sessões:

1° treino

A primeira parte do evento ficou marcada por incidentes causados, principalmente, pelo forte vento na cidade de Le Castellet - o traçado do circuito exige bastante da aerodinâmica dos carros.

O tempo mais rápido, por outro lado, ficou com Valteri Bottas, da Mercedes, que fez 1min33s448. Ele foi seguido de Lewis Hamilton e Max Verstappen.

Ao menos cinco pilotos saíram da pista na sessão, que durou uma hora: Mick Schumacher, Yuki Tsunoda, Valteri Bottas e Carlos Sainz.

Já Sebastian Vettel, da Aston Martin, teve mais azar e chegou a bater o seu carro em um dos muros, precisando voltar aos boxes.

Nesta sessão, apenas um piloto do grid titular ficou fora das pistas: George Russell, que deu lugar a Roy Nissany, piloto reserva da Williams.

2° treino

Às 10h (horário de Brasília), a parte final da sessão teve início e, de cara, um estranho incidente chamou a atenção.

Isso porque Nikita Mazepin, da Haas, acabou rodando após uma curva feita sem uma grande velocidade - o russo retornou à pista sem maiores problemas.

Danos mesmo aconteceram nos carros da Mercedes e da Red Bull. Bottas e Verstappen perderam parte da asa de seus carros após choques com as lombadas que limitam a pista com a área de escape.

No final, coube a Verstappen executar o melhor tempo da sessão, com 1min32s872 - as duas Mercedes fecharam o top 3.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes