Compartilhe este texto

Torcedor anda 5 mil km de bicicleta para ver seu time na Sul-Americana

Por Folha de São Paulo

28/05/2024 13h11 — em
Esportes



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O argentino Tomas Pomazan já andou mais de 5 mil km de bicicleta pela América Latina em uma saga para acompanhar o seu time do coração na Sul-Americana. Ele está em viagem há mais de dois meses e veio ao Brasil para o jogo do Belgrano contra o Inter, que será disputado nesta terça (28), mas sua aventura não deve terminar por aqui.

AVENTURA PELO CONTINENTE

Tomas foi para o Chile no início de março, antes do sorteio da fase de grupos do torneio. Ele já estava fora da Argentina quando o Belgrano conheceu seus adversários de chave: Inter, Delfin (Equador) e Real Tomayapo (Bolívia). O primeiro jogo do time argentino foi em casa, no empate por 0 a 0 com o Inter, e depois ficou na igualdade por 1 a 1 ao visitar o Delfin.

De lá, pedalou até a Bolívia para acompanhar seu time no duelo da terceira rodada. Em Santa Cruz de la Sierra, o torcedor de 24 anos viu o Belgrano vencer o Real Tomayapo por 2 a 0, fora de casa, no final de abril. Tomas costuma ser presença constante nos estádios na Argentina, mas não foi aos jogos do seu time em casa porque não retornou ao seu país.

Depois, veio ao Brasil visando o duelo contra o Inter. Ele entrou no país por Corumbá (MS), que faz divisa com o território boliviano, foi até Foz do Iguaçu e depois subiu até São Paulo. Como a equipe argentina só enfrentaria o Colorado na sexta e última rodada, o Belgrano é o único da chave que não tem partidas adiadas. O jogo desta terça entre os times será realizado na Arena Barueri, no ABC paulista, devido à situação das enchentes no Rio Grande do Sul.

Até agora, foram 5,9 mil km de bicicleta, sendo apenas uma parte sem ser pedalando sua "cabracleta" —como apelidou a bike. Por causa de chuvas, percorreu cerca de mil km de ônibus em trajetos distintos.

VINDA AO BRASIL

Ele chegou há cerca de duas semanas e vem se virando como pode em São Paulo. Tomas é chef de cozinha, só que não conseguiu emprego e está sobrevivendo com o dinheiro contado. Tentou fazer malabarismo no semáforo, mas disse que a concorrência é grande e passou a procurar bicos na área da construção.

O torcedor não conseguiu comprar um ingresso para o jogo contra o Inter, mas estará nos arredores da Arena Barueri. A situação financeira pesou, mas não o desanima de acompanhar o time como pode.

Ele deve retomar a estrada em caso de classificação, com destino ainda incerto. O Belgrano está na liderança do Grupo C, com nove pontos, e pode confirmar que avança de fase em caso de vitória —seja para os playoffs ou diretamente às oitavas. O Delfín aparece em segundo, com cinco pontos e um jogo a menos, enquanto o Inter é o terceiro, também com cinco, mas com dois jogos a fazer. Já o Real Tomayapo, com um, está praticamente eliminado.

Tomás acompanha o Belgrano por amor e já adianta: 'Vou seguir para onde for'. Ele decidiu embarcar na aventura, a sua primeira de tamanha proporção, após ter sofrido um acidente grave há quatro anos. Agora, sonha em terminar o passeio vendo o time se sagrar campeão da Sul-Americana.

"Sofri um acidente bem grave há quatro anos e comecei a ver a vida de forma diferente. Acreditei que a melhor maneira de conhecer, aprender e me sentir bem era viajando. E que melhor maneira de fazer isso do que de bicicleta?", diz Pomazan, à reportagem. "O sonho da minha vida seria ver o Belgrano campeão da Sul-Americana. É difícil, mas sonhar não custa nada. Passando de fase, vou seguir para onde for."


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes