Santos falha no ataque e empata com o Botafogo no Rio

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

20/09/2020 20h02 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Com ótima atuação da defesa, Botafogo conseguiu segurar o empate por 0 a 0 contra o Santos neste domingo (20), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O resultado não foi bom para as ambições de nenhum dos dois times no Campeonato Brasileiro.

O Santos conseguiu manter a sequência invicta e agora está sem perder há seis jogos. Porém, o time de Cuca perdeu uma boa chance de alcançar o G4, permanecendo na sétima colocação, com 16 pontos.

O ponto somado para o Botafogo foi bom para tirá-lo da vice-lanterna, mas não foi o bastante terminar a rodada fora da zona de rebaixamento. Com apenas uma vitória no torneio, ocorrida há um mês contra o Atlético-MG, a equipe carioca está em 18º lugar, com 10 pontos.

O próximo compromisso do Botafogo é na quarta-feira (23), quando enfrentará o Vasco pela Copa do Brasil. No dia seguinte, o Santos estará no Equador para encarar o Delfín pela Libertadores.

Pelo Brasileirão, o próximo jogo do Botafogo será contra o Atlético-GO, fora, no domingo (27). O Santos recebe o Fortaleza no mesmo dia.

O destaque da partida no Engenhão foi Arthur Gomes. Escolhido por Cuca para entrar na vaga de Soteldo, ele foi o jogador que mais deu trabalho para a defesa botafoguense. Com apenas sete minutos de jogo, num contra-ataque, ele já obrigou Gatito a fazer boa defesa. Depois disso, ele ainda arriscou de longe, mas novamente foi parado pelo paraguaio, e mandou um chute colocado, que foi para fora.

Em uma das poucas vezes que Arthur conseguiu passar por Gatito, Victor Luís salvou de forma impressionante. O atacante havia recebido um toque de letra de Marinho e conseguiu encobrir o goleiro, mas o lateral evitou o gol santista tirando a bola de cima da linha. Apesar da jogada emocionante, nada disso valeu porque o assistente marcou posição irregular do próprio Arthur Gomes.

Antes do intervalo, a partida teve modificada uma decisão pelo VAR. Aos 38 minutos, Caio Alexandre deu uma entrada dura em Diego Pituca, e José Mendonça da Silva Junior expulsou o volante. Depois, ele foi consultar o lance no vídeo e concluiu que o lance não era para tanto, retirando o cartão vermelho e deixando Caio apenas amarelado. Por conta da checagem, a partida ficou paralisada por cerca de quatro minutos.

No primeiro tempo, o Botafogo começou melhor e quase conseguiu surpreender o goleiro João Paulo. A dupla de ataque do Santos deu trabalho à defesa botafoguense. Numa das melhores chances santistas, Carlos Sánchez cobrou falta, obrigando Gatito a fazer boa defesa.

Após o intervalo, o ritmo do jogo seguiu semelhante, desta vez com o ataque santista reforçada pela presença de Kaio Jorge, que voltou ao time após se recuperar do Covid-19.

E saiu dele uma das melhores chances. Aos 29 minutos, ele recebeu a bola cruzada por Sánchez e quase abriu o placar de cabeça. Mas a melhor oportunidade do Santos aconteceu aos 44 minutos. Após cruzamento da direita, a bola sobrou para Ivonei, que chutou em cima de Gatito.