Compartilhe este texto

Palmeiras joga o suficiente, bate a Portuguesa e assume a liderança do Paulista

Por Folha de São Paulo

28/02/2024 21h00 — em
Esportes



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em jogo atrasado da quinta rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras não teve muita inspiração, mas contou mais uma vez com o oportunismo de Flaco López para vencer a Portuguesa no Canindé por 2 a 0, nesta quarta-feira (28), assumindo a primeira colocação geral da competição.

As defesas levaram a melhor no primeiro tempo. O Palmeiras controlou a bola e marcou no campo de ataque, enquanto a Portuguesa apostou nos contra-ataques. As melhores chances dos dois lados foram em bolas paradas: a Lusa quase marcou após falha de Weverton -que se redimiu a tempo no lance; o Alviverde assustou em cobrança de muito longe de Raphael Veiga, que Thomazella espalmou.

Uma expulsão mudou o cenário no segundo tempo. O jogo continuou em ritmo lento nos primeiros minutos da etapa final, até que Victor Andrade foi expulso, aos 18min. O Palmeiras aproveitou a vantagem numérica e, explorando mais as pontas, chegou ao gol com Flaco López, artilheiro do Paulistão -ao lado de Dellatorre, do Mirassol-, com sete gols. No fim, ainda deu tempo de Gabriel Menino fazer um golaço para dar números finais à partida.

Já classificado às quartas de final, o Palmeiras foi a 24 pontos e assumiu a liderança geral do Paulistão. De quebra, os comandados de Abel Ferreira garantiram o mando de campo nas oitavas de final, já que não podem mais ser alcançados pela Ponte Preta, vice-líder do Grupo B com 16 pontos.

A Portuguesa também luta por um lugar na segunda fase, mas sem se esquecer de olhar para baixo. A Lusa está com sete pontos e é a segunda colocada do Grupo A, o mesmo do Santos. O clube também tem apenas um ponto a mais que o Ituano, primeiro na zona de rebaixamento.

O Palmeiras tem um clássico com o São Paulo pela frente. As equipes se enfrentam no próximo domingo (3), às 20h (de Brasília), no MorumBis.

A Portuguesa volta a campo contra o Mirassol. Novamente no Canindé, a Lusa recebe a equipe do interior no próximo sábado (2), às 18h30.

O JOGO

Propostas defensivas diferentes funcionaram no início do jogo. Enquanto o Palmeiras pressionava no campo de ataque e recuperava a bola rápido, a Lusa estava bem posicionada, com uma linha de cinco que se movimentava muito para evitar jogadas mais perigosas.

Apesar de ter mais de 70% da posse de bola nos 20 minutos iniciais, o Palmeiras só assustou mesmo com um chute de longe de Endrick. O lance de mais perigo nos primeiros minutos foi da Portuguesa, em uma escapada de Maceió, que contou com boa intervenção de Weverton.

Portuguesa quase abriu o placar em falha de Weverton. Aos 25 minutos, o goleiro do Palmeiras se atrapalhou ao tentar cortar um cruzamento fechado de Eduardo Diniz. A bola chegou muito perto de cruzar a linha, mas o arqueiro conseguiu se recuperar a tempo.

Palmeiras só criou a primeira chance aos 36 minutos. O time alviverde não conseguiu criar boas jogadas ofensivas e só ameaçou em uma cobrança de falta de Raphael Veiga, bem defendida por Thomazella. Os setores defensivos continuaram levando vantagem na reta final do primeiro tempo, que terminou zerado, com Giovanni Augusto reclamando de um pênalti nos acréscimos.

SEGUNDO TEMPO

O cenário da partida não mudou no início do segundo tempo até a expulsão de Victor Andrade. As duas equipes continuaram com dificuldades para criar chances, em um duelo equilibrado pelas boas atuações defensivas. O jogo mudou aos 18 minutos, quando Victor Andrade foi expulso.

O Palmeiras não demorou para aproveitar a vantagem numérica. Três minutos depois do cartão vermelho, a equipe alviverde chegou ao gol com Flaco López, que aproveitou desvio de Caio Paulista no meio da área após cruzamento de Marcos Rocha para abrir o placar.

Perigo pelas laterais. Depois do gol, o Palmeiras passou a explorar mais as jogadas de linha de fundo, chegando com perigo mais vezes. No fim da partida, Richard Ríos enganou a defesa e, perto da linha de fundo, escolheu passar de calcanhar para a chegada de Gabriel Menino, que soltou uma bomba para marcar o segundo e fechar o placar.

LANCES IMPORTANTES

Saiu bem, Weverton! Aos 4 minutos de jogo, Tauã fez ótimo lançamento para Maceió, que ganhou de Piquerez na velocidade e ficou cara a cara com o goleiro palmeirense, que foi rápido e saiu nos pés do adversário, evitando o chute.

Weverton falha, mas se redime! Aos 25 minutos, Eduardo Diniz cruzou fechado da direita, em cobrança de falta, e Weverton errou o soco na bola, que foi para trás, na direção do gol. Antes que ela entrasse, o goleiro se esticou todo para colocar para escanteio.

Thomazella faz boa defesa! Aos 37 minutos, Raphael Veiga cobrou falta de longe, com força, no canto. Thomazella caiu e espalmou com estilo.

Pênalti? Aos 48 minutos, Murilo errou um domínio na frente de Giovanni Augusto, que dominou e invadiu a grande área. O zagueiro palmeirense deu um carrinho para evitar o chute, e o meia da Lusa caiu, pedindo a penalidade máxima. O árbitro mandou seguir.

Victor Andrade expulso! Aos 13 minutos, o atacante da Lusa pisou no joelho de Luan em uma dividida. Após cinco minutos de revisão, o VAR chamou o árbitro para olhar o lance no monitor. Thiago Luis Scarascati mostrou o cartão vermelho para jogador da Portuguesa.

0x1! Gol de Flaco López! Aos 20 minutos, Weverton saiu rápido com Endrick, que puxou o ataque desde o meio-campo. A bola chegou até Marcos Rocha, que cruzou de trivela. Caio Paulista tocou de cabeça para trás e Flaco López cabeceou fraco, mas no contrapé de Thomazella.

Quase o empate! Aos 44 minutos, após cobrança de escanteio, Weverton saiu mal do gol. Patrick subiu mais alto que a defesa palmeirense e cabeceou, mas errou o alvo.

0x2! Richard Ríos recebeu na grande área, avançou e tocou de calcanhar para Gabriel Menino. O meio-campista bateu de primeira e mandou no ângulo, marcando um golaço.

FICHA TÉCNICA

Portuguesa 0 x 2 Palmeiras

PORTUGUESA

Thomazella; Talles (Douglas Borel), Quintana, Robson e Patrick; Eduardo Diniz (Pedro Henrique), Tauã, Ricardinho (Dudu) e Giovanni Augusto (Henrique Dourado); Victor Andrade e Maceió (Rone). Técnico: Fabinho.

PALMEIRAS

Weverton; Marcos Rocha, Luan, Murilo e Piquerez; Aníbal Moreno (Gabriel Menino), Zé Rafael (Rony), e Raphael Veiga (Breno Lopes); Caio Paulista (Richard Ríos), Endrick (Lázaro) e José Manuel López. Técnico: Abel Ferreira.

Estádio: Canindé, em São Paulo

Juiz:Thiago Luis Scarascati

Cartões amarelos: Talles, Maceió, Patrick e Eduardo Diniz (POR)

Cartão vermelho: Victor Andrade (POR)

Gols: Flaco López, aos 21min, e Gabriel Menino, aos 47mi do segundo tempo


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes