Morre vice-presidente da FPF em decorrência de Covid-19 na Argentina

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

21/02/2021 20h32 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Roberto Cicivizzo Júnior, vice-presidente do Departamento de Segurança e Prevenção de Violência da Federação Paulista de Futebol (FPF), morreu neste domingo (21) em decorrência de complicações da Covid-19. O dirigente estava internado na Argentina desde janeiro.

O brasileiro estava internado em estado grave em um hospital em Córdoba, na Argentina, após ser infectado pela Covid-19. Cicivizzo chegou ao país em janeiro para atuar como oficial de segurança da final da Copa Sul-Americana, realizada no último dia 23 e vencida pelo Defensa y Justicia - 3 a 0 sobre o Lanús.

Cicivizzo testou positivo em exame RT-PCR após a partida e teve que ficar no país. Nos dias seguintes, teve falta de ar e foi levado para um hospital da região. O quadro se agravou e ele acabou intubado.

A Conmebol lamentou o falecimento do dirigente brasileiro em uma nota em seu site: "Em nome do presidente Alejandro Domínguez, a Conmebol expressa seus mais sentidos pêsames para os familiares e amigos do senhor Cicivizzo".

Advogado e antigo dirigente ligado à FPF, Roberto Cicivizzo Júnior foi vice-presidente jurídico da Federação. Com trânsito junto à alta cúpula das principais entidades do futebol brasileiro, ele foi um dos cinco fiadores do acordo de prisão domiciliar de José Maria Marín com a Justiça americana - uma das cinco pessoas que se comprometem a arcar com a fiança de US$ 15 milhões caso o ex-presidente da CBF condenado por corrupção descumprisse os termos e não disponibilizasse os recursos.

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes