Mayweather fala de revanche contra McGregor e pede R$ 1,6 bilhão

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

30/09/2020 22h04 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Floyd Mayweather definiu o valor do cheque para tirá-lo da aposentadoria (mais uma vez) e fazê-lo subir ao ringue: 300 milhões de dólares — cerca de R$ 1,6 bilhão na cotação atual.

O astro do boxe disse ao podcast Club Shay Shay, do ex-jogador da NFL Shannon Sharpe, que aceitaria uma revanche contra Conor McGregor pelo valor. Ele citou também Khabib Nurmagomedov, atual campeão peso-leve do UFC, como possível adversário.

"Se eu pudesse ganhar 300 milhões de dólares, com certeza [lutaria]. Conor McGregor não sabe bater", provocou o lutador.

Mayweather e McGregor se enfrentaram em agosto de 2017. O americano venceu por nocaute técnico no décimo assalto. Na ocasião, o pugilista recebeu 100 milhões de dólares pela luta, segundo a Comissão Atlética de Nevada (NAC).

Em janeiro deste ano, McGregor também falou sobre uma possível revanche e destacou que venceria em um eventual reencontro. Vale lembrar que Floyd Mayweather Jr. nunca foi derrotado em sua carreira profissional. Ao todo, ele soma 50 vitórias —27 por nocaute. A sua última luta foi justamente contra McGregor.

Sempre polêmico, Mayweather disse ainda que acredita estar acima de lendas do boxe, como Muhammad Ali e Rocky Marciano.

"Ali é o mesmo lutador que foi derrotado por um cara com 7 lutas? Leon Spinks venceu Muhammad Ali quando ele só tinha 7 lutas. Se realmente dissermos a verdade, qual é o cara peso-pesado que Ali lutou três vezes? Ken Norton realmente venceu Ali todas as três vezes. Volte e veja as lutas", disse.

"Ali sempre será um pioneiro por causa do que ele representou naquela época. E eu o elogio por isso, eu teria feito a mesma coisa se estivesse naquela época", finalizou.