Letícia Bufoni celebra prata de Kelvin Hoefler nas Olimpíadas, mas expõe rusga com ele

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

25/07/2021 3h35 — em Esportes

SÃO PAULO, SP, E TÓQUIO, JAPÃO (FOLHAPRESS) - A skatista brasileira Leticia Bufoni explicou neste domingo (25) por que não fez referência à prata de Kelvin Hoefler em suas redes sociais e tentou botar panos quentes na polêmica. No entanto, parece ter atiçado ainda mais a curiosidade sobre a história por trás deste desentendimento.

"O Kelvin, pelo que vocês perceberam, nunca está com a gente nos roles. Nunca faz parte das nossas atividades. Por uma opção dele, ninguém aqui tem nada contra ele, muito pelo contrário. Está todo mundo aqui comemorando, muito feliz que o Brasil ganhou uma medalha, a primeira [do país]", começou

Após a conquista da prata na disputa do street nos Jogos Olímpicos, Hoefler abraçou sua amiga antiga, Pâmela Rosa, que também não é muito próxima de Leticia e da outra brasileira no topo do circuito, Rayssa Leal.

Ele também deu sua versão sobre a origem do desentendimento. "Eu cresci junto com a Leticia, a tia dela morava na rua de casa. A gente era muito próximos, mas ai ela foi para os Estados Unidos, perdemos um pouco do contato. Então quando a gente se encontrou de novo, a gente não era mais aqueles amigos", afirmou em entrevista após a sua conquista.

"Respeito muito a história dele, o moleque anda muito de skate, não tem nem o que falar, mas infelizmente ele não gosta de estar com a gente. Um exemplo grande, a CBSk, a confederação brasileira de skate, não pode nem marcar ele nos stories, porque ele bloqueou", continuou Leticia sobre a história.

Leticia, contudo, também comemorou a conquista. E ainda postou uma foto do pódio olímpico.

"Independentemente de qualquer coisa, o skate é uma família [...] A gente está torcendo por todo mundo e sempre quer que o Brasil esteja no ponto mais alto do pódio", completou.

Leticia, Rayssa e Pâmela estreiam no skate na noite deste domingo (25).


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes