Compartilhe este texto

Fratus perde desempate e fica fora da final do Mundial após três medalhas

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/06/2022 18h36 — em
Esportes



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Bruno Fratus fez, nesta quinta-feira (23), sua 100ª apresentação de 50m livre na casa de 21 segundos, um feito histórico e inédito na natação. Mas o resultado não veio nem no momento, nem como ele queria. Depois de três medalhas seguidas em Mundial, ele não conseguiu se classificar para a final do torneio que está sendo disputado em Budapeste, perdendo um emocionante desempate.

Medalhista de bronze nos Jogos de Tóquio nesta prova, Fratus fez o melhor tempo das eliminatórias, mesmo errando a chegada: 21s71. Nas semifinais, confiando que tinha alguma margem para chegar à final, apresentou-se com bigode, abrindo mão da raspagem que dá ganho de performance por melhorar a sensibilidade da pele no contato com a água.

Fez falta. O brasileiro fez 21s83 e empatou no oitavo lugar com o francês Maxime Grousset, dez anos mais novo que ele. Pelas regras da natação, quando isso acontece, os dois atletas precisam disputar um desempate no final da etapa. Assim, Fratus e Grousset voltaram à piscina depois de uma hora.

No desempate, Fratus fez seu melhor resultado no dia, 21s62, o que valeria o segundo lugar na semifinal que ele havia nadado pouco antes. Mas só um podia ir para a final, e essa vaga ficou com Grousset, que fez 21s59, acertando a chegada, algo que Fratus não fez em nenhuma das suas três apresentações.

"Acontece. Esporte de alto rendimento é isso. Às vezes você ganha, às vezes você perde, hoje está na minha vez perder. É bem diferente do que eu esperava. Esse centésimo 21 foi bem amargo. Mas é isso aí. Agora é voltar para casa, treinar. Ano que vem tem Mundial de novo, daqui dois anos Olimpíada de novo", disse ao SporTV.

A eliminação é especialmente frustrante porque a prova estava aberta, dada a desistência de Caeleb Dressel, atual bicampeão mundial, que foi embora do Mundial depois de ganhar duas medalhas de ouro, no 4x100m livre e nos 50m borboleta. A delegação norte-americana justificou citando questões de saúde não especificadas.

Sem Dressel, melhor velocista do mundo, Fratus saía de candidato a um dos favorito ao ouro. Mas, antes da final, era preciso se classificar para ela, o que o brasileiro não conseguiu fazer. Sem ele, a disputa deve ser entre o britânico Benjamin Proud (21s42) nas eliminatórias e o norte-americano Michael Andrew (21s80). Grousset, que alcançou a melhor marca da vida para vencer Fratus, agora também entra no bolo.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes