Fluminense e Daniel Alves não chegam a acordo, e negociação é encerrada

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

24/09/2021 8h36 — em Esportes

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Fluminense e Daniel Alves tiveram conversas avançadas, mas, no fim, não houve um acordo entre as partes, e as negociações foram encerradas na noite desta quinta-feira (23). Livre no mercado desde que deixou o São Paulo, o lateral direito tinha em mãos uma contraproposta do clube tricolor, mas acabou não aceitando.

O time das Laranjeiras analisava Daniel Alves como uma oportunidade no mercado da bola e iniciou tratativas, que duraram alguns dias, entre buscas por adequações de ambos os lados. Com o prazo de inscrição no Campeonato Brasileiro se encerrando nesta sexta (24), o Flu viveu uma espécie de "Dia D", e com expectativas positivas, mas que não se concretizaram.

Segundo informação do jornalista Lauro Jardim, colunista do diário O Globo, o ex-jogador de Barcelona, PSG, Juventus, entre outros, teria pedido R$ 1 milhão de salário por mês. O Fluminense disse que poderia chegar até R$ 750 mil.

Assim, Daniel Alves, agora, corre contra o tempo. Inicialmente, ele deve permanecer no futebol brasileiro e há clubes que ainda têm o jogador no radar, como o Flamengo. O Bahia, que revelou o lateral, também monitora a possibilidade de contratar o jogador que saiu de suas categorias de base.

Daniel Alves tem um claro objetivo, que é jogar a Copa do Mundo de 2022. Por este motivo, agora exige atuar em sua posição de origem —depois de, na temporada passada, ter sido basicamente um meio-campista pelo São Paulo. Como lateral, ele voltou a ser convocado por Tite e também se tornou campeão olímpico pela seleção brasileira em Tóquio.

Nos últimos dias, clubes da Europa buscaram informações sobre a situação. Durante as tratativas com o Fluminense, o jogador indicou uma cláusula de liberação automática caso houvesse proposta do Velho Continente.

A possibilidade de um acerto de Daniel Alves com o Fluminense, inclusive, mexeu com alguns torcedores, que chegaram a ir às redes sociais do jogador fazer pedidos como para que concretizasse a assinatura de contrato logo.

Segundo informações de sua assessoria de imprensa, em nota oficial à imprensa, o atleta não fez quaisquer exigências financeiras aos clubes, e o dinheiro, nesse momento, estaria em segundo plano. O jogador escolherá seu destino entre as possibilidades, seja de título ou status.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes