Fábio Carille entrega imóvel em Santos e se hospeda no CT; futuro é incerto

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

01/12/2021 15h36 — em Esportes

SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Embora o departamento de futebol do Santos já esteja planejando 2022, o destino do homem que ajudou o time na luta contra o rebaixamento no Brasileirão ainda é incerto. Fábio Carille não sabe se vai ficar na Vila Belmiro para o ano que vem e, muito menos, se o clube pretende mantê-lo.

Nos últimos dias, o treinador entregou o imóvel em que estava morando em Santos e 'se mudou' para o CT Rei Pelé, onde vai passar os últimos momentos desta temporada.

Quando fechou contrato com o Santos, Fábio Carille passou alguns dias no CT. Depois, ele e esposa foram morar no imóvel de uma amiga na cidade. O treinador não queria ficar longe do clube. Morar em São Paulo e ter de descer e subir a Serra do Mar diariamente não seria produtivo pelo pouco tempo e pela urgência que tinha para implantar seu trabalho.

Então, ele já entrou no imóvel sabendo que possivelmente teria de entregá-lo à proprietária em novembro - quando esta retornasse de uma viagem. Agora, faltando pouco mais de uma semana para o fim da temporada, está de volta ao CT Rei Pelé, onde se hospeda em um dos quartos da concentração santista.

Se estes serão seus últimos dias à frente do time alvinegro, ainda não se sabe. Mas é muito importante que o torcedor entenda a situação contratual de Carille para depois compreender os possíveis cenários para o futuro do técnico.

A situação de Fábio Carille é diferente da maioria dos treinadores do Brasil. Enquanto muitos clubes ficam presos ao técnico por não ter condições de pagar a multa rescisória milionária, o Santos pode dispensá-lo quando quiser sem grande prejuízo. E o treinador também pode ir embora sem pagar nada.

Contratado sob o regime CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), ele é um empregado direto da equipe. Ou seja, não tem contrato de prestação de serviço, oficialmente com prazo de validade, como geralmente acontece no futebol.

Desta maneira não há nenhuma multa, além daquela prevista na legislação trabalhista para o caso de demissão - bem inferior ao dos "prestadores de serviços". Apesar de não ter oficialmente um contrato com prazo de validade, Carille tem um 'acordo de cavalheiros' com o presidente Andres Rueda, no qual a intenção inicial era de permanência até o fim de 2022. Mas, juridicamente, isso não garante nada.

Apesar de o presidente do Santos afirmar em várias oportunidades que gosta e aprova o trabalho de Carille, a indefinição permanece. O dirigente não se aprofunda muito no assunto e diz apenas que isso será decidido pelo executivo de futebol, Edu Dracena, em quem Rueda deposita muita confiança.

No entanto, a decisão passa também pela vontade de Fábio Carille. Ele é um técnico que tem muito mercado no Brasil e na Arábia Saudita, onde dirigiu o Al-Wehda (2018) e Al-Ittihad (2020/2021).

O assédio árabe ao treinador é constante. Além dos valores incompatíveis com a realidade brasileira, ainda pesa a favor de sua volta ao país o fato de estar totalmente adaptado e ter gostado da vivência no dia a dia na Arábia.

A virada de ano pode ser decisiva para Carille. Vale lembrar que o campeonato nacional já está em andamento e é comum ter troca de técnicos no início do ano. A última experiência do treinador em solo árabe começou justamente no meio da competição, em fevereiro de 2020.

O Santos pretende definir o técnico para 2022 antes do fim do ano.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes