Compartilhe este texto

Em clima ruim, Santos treina cedo após 4 a 0 e tem problemas para rever Corinthians em SP

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

24/06/2022 14h36 — em
Esportes



SANTOS, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos se reapresentou nesta quinta-feira (23) cedo, no CT Rei Pelé, após a goleada por 4 a 0 para o Corinthians na quarta-feira (22), na Neo Química Arena, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O time litorâneo enfrentará novamente o Corinthians neste sábado (25), novamente na Neo Química Arena, em São Paulo (SP), mas dessa vez pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clima no Santos é ruim após a derrota, e o clube espera uma reação no novo clássico.

"Deus é tão bom que nos deu a oportunidade novamente contra o mesmo adversário", disse Edu Dracena, executivo de futebol do Santos, logo depois de cobrar duramente o elenco pela derrota no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

No papo com os repórteres, Dracena admitiu a frustração com o técnico Fabián Bustos e os jogadores pela goleada, mas tentou manter a serenidade e previu uma reação contra o mesmo Corinthians, no sábado.. O duelo de volta pela Copa do Brasil será em 13 de julho, na Vila Belmiro. Até o fim de semana, Bustos deve continuar no cargo.

Edu se segurou nos microfones, mas no vestiário foi firme. Ele recordou os tempos de jogador e afirmou que em hipótese alguma um time tão grande como o Santos pode ser dominado da forma que foi pelo Corinthians. Enquanto a bronca ocorria, Bustos colocava mais lenha na fogueira durante a entrevista coletiva.

O argentino costuma valorizar seus atletas, mas dessa vez foi bem diferente. Visivelmente abatido, ele mal conseguiu olhar para as câmeras, reconheceu a "vergonha" no clássico e apontou o dedo para o time, detonando a atuação da sua equipe.

Ao ser perguntado sobre não fazer mudanças no intervalo, quando o placar já mostrava 3 a 0, Bustos disparou: "Fora João Paulo e Marcos Leonardo, eu tinha que tirar todos. Não gosto de falar mal de jogador, mas todos deveriam sair".

Na sequência, o treinador voltou a alegar erros técnicos, e não táticos, pela derrota: "No primeiro gol houve falta no Léo Baptistão não marcada. O segundo gol tem um erro grosseiro de um jogador que não vou dizer. No terceiro deixamos cabecear. No quarto gol passam fácil... Tenho vergonha de estar aqui, foi uma vergonha o jogo. Horrível".

Fabián Bustos entende que o Santos não competiu. O técnico não comentou sobre o Corinthians de Vítor Pereira ser superior taticamente e focou a análise na postura anímica do time: "Temos que mudar a atitude e fazer o que fizemos contra Palmeiras, Inter, Atlético-MG... Essa é a nossa equipe. Não a equipe de hoje, que foi uma vergonha".

A cúpula do time praiano não entendeu algumas decisões de Bustos. O maior ponto de interrogação foi não ter feito substituições no intervalo para depois mexer aos 8 minutos do segundo tempo: "Ele não se ajuda", disse um membro do Comitê de Gestão do clube.

A diretoria está preocupada com o clima ruim no vestiário e na reação do elenco diante das fortes declarações de Bustos, mas entende que não é hora de mexer. O Santos deve esperar o novo clássico contra o Corinthians e, se uma nova atuação desastrosa ocorrer, a tendência é que o argentino não continue para a partida diante do Deportivo Táchira, na Venezuela, pela ida das oitavas de final da Sul-Americana, na próxima quarta-feira (29).

O presidente Andres Rueda é adepto da continuidade para os técnicos e não queria a saída de Fabio Carille, mas foi voto vencido no departamento de futebol e Comitê de Gestão. Atualmente, Bustos levanta dúvidas, mas o executivo Edu Dracena aposta em mais tempo e concorda com Rueda.

A delegação santista chegou por volta de 2h desta quinta-feira no centro de treinamento, dormiu no hotel do clube e foi a campo às 9h. Os titulares fizeram regenerativo, enquanto os reservas trabalharam mais forte. O presidente Andres Rueda acompanhou a atividade. Além do clima ruim, o Santos de Fabián Bustos tem problemas para o clássico.

O goleiro João Paulo e o volante Vinicius Zanocelo estão suspensos, enquanto o lateral-direito Madson segue fora por causa de lesão muscular. Bustos foi expulso contra o Red Bull Bragantino, na última rodada do Brasileiro, e será substituído pelo auxiliar Lucas Ochandorena.

O zagueiro Maicon, recuperado de lesão na coxa, é dúvida. Ele foi liberado para treinar com os companheiros, mas não está 100% fisicamente. A escalação dependerá de Fabián Bustos.

Uma possível equipe inicial do Santos tem: John, Auro (Lucas Braga), Maicon (Kaiky), Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Rodrigo Fernández, Camacho e Bruno Oliveira (Sandry); Léo Baptistão, ngelo (Lucas Braga) e Marcos Leonardo.

O Corinthians, por sua vez, tem como principal novidade o zagueiro Bruno Méndez, que retornou ao clube após o término do empréstimo para o Inter. O jogador já se reapresentou e tem participado de treinos com a equipe, e pode estar entre os relacionados. Em contrapartida, o zagueiro João Victor, substituído no último jogo após sentir dores no tornozelo, é dúvida para a partida. O zagueiro Gil, com uma lesão muscular na perna direita, também deve desfalcar o elenco, enquanto Róger Guedes, suspenso, é ausência confirmada.

Na terça-feira (28), o Corinthians enfrenta o Boca Junior, no jogo de ida pelas oitavas da Copa Libertadores. Portanto, o técnico Vítor Pereira pode optar por preservar alguns nome, indo a campo inicialmente com: Cássio; Rafael Ramos (João Pedro ou Fagner), Robson Bambu (Bruno Méndez), Robert Renan (Raul Gustavo) e Fábio Santos; Roni, Cantillo (Du Queiroz) e Matheus Araújo; Adson, Giovane (Mantuan) e Júnior Moraes.

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Horário: Às 19h (de Brasília) deste sábado (25)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa/SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-Fifa/SP)

Transmissão: Premiere



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes