Compartilhe este texto

Corinthians se atrapalha em diagnóstico e tenta conter raiva de Palacios

Por Folha de São Paulo

21/06/2024 11h30 — em
Esportes



SANTOS E SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Diego Palacios está muito irritado com o departamento médico do Corinthians após a confusão no seu diagnóstico.

Palacios passou pela segunda cirurgia desde que chegou ao Corinthians e entende que avaliações ruins prejudicaram a sua temporada. O Timão tenta acalmar os ânimos.

O lateral-esquerdo equatoriano pensou em procurar a imprensa para expor os erros, mas foi convencido a permanecer em silêncio. O Corinthians mantém contato frequente com os empresários para evitar uma "lavagem de roupa suja" pública.

A irritação de Palacios aumentou após o anúncio da sua segunda cirurgia. A médica Ana Carolina Ramos e Cortê disse que o atleta chegou ao Timão com "problema crônico de cartilagem".

Esse problema, porém, não foi detectado nos exames médicos, pelo que apurou o UOL. O Corinthians fez exames de pré-temporada e apontou que o jogador estava apto. O histórico de 45 dos 53 jogos de 2023 pelo Los Angeles FC não indicava nenhuma limitação.

"Palacios veio com uma lesão de cartilagem, que se tornou mais exposta a partir do jogo contra o São Bernardo, quando torceu o joelho e teve uma lesão de menisco. O tratamento foi retirar um pedaço do menisco. Com essa retirada, perde-se a função de amortecer do menisco, o impacto do joelho. E a cartilagem fica mais exposta", afirmou a médica do Corinthians. "Reabilitamos, trabalho de força, fisioterapia. Deixamos ele apto para treinar, mas variava dor e inchaço. Ele treinou, foi liberado para o jogo, mas teve novo trauma e a lesão ficou ainda mais exposta. Entendemos que é hora de um passo para trás, corrigir essa lesão com procedimento cirúrgico."

O Corinthians mudou o protocolo de 2023 para 2024 e só fez ressonância magnética de joelho em quem tem histórico de lesão grave no local. Na ocasião, o departamento médico era comandado por Fábio Novi. Ana, que acompanhou os exames de Palacios, assumiu a chefia em fevereiro. Esse protocolo foi revisto e testes minuciosos foram feitos nos últimos reforços.

Palacios estreou no dia 27 de janeiro, quando torceu o joelho e precisou passar por cirurgia. O Corinthians detectou o problema de cartilagem apenas quando fez a ressonância para diagnosticar essa lesão posterior aos exames de pré-temporada.

O lateral operou no início de fevereiro e, mesmo com esse problema de cartilagem visualizado, foi liberado para correr no campo no dia 19, quase três semanas depois. A avaliação positiva foi feita pelo especialista Moisés Cohen, responsável pela operação

Palacios, porém, nunca mais jogou. Ele sentia muita dor na fisioterapia e transição para o campo, dando um passo para frente e outro para trás. A situação irritava o técnico António Oliveira periodicamente.

O equatoriano melhorou, foi liberado para treinar com bola e acabou relacionado para o jogo contra o Atlético-GO, dia 11. Em um treino coletivo, porém, voltou a torcer o joelho e agravou o problema de cartilagem que custou meses de recuperação.

A solução foi uma nova cirurgia. Palacios ficará de quatro a cinco meses afastado e pode não jogar mais em 2024. Isso representaria apenas uma partida em toda a temporada.

Decepcionado, Diego Palacios não vai acelerar a recuperação e exige cuidado máximo para voltar apenas quando estiver 100%. Seu contrato no Corinthians vai até 31 de dezembro de 2027.

Procurado pela reportagem, o ex-médico Fabio Novi disse que não pode se posicionar por ética médica. O Corinthians se manifestou por meio de nota oficial e entrevista da doutora Ana.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes