Com gol de pênalti, Ceará vence a Chapecoense e quebra sequência negativa

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

25/09/2021 18h32 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Ceará venceu a Chapecoense neste sábado (25) pelo placar de 1 a 0. O gol do jogo foi marcado por Jael, em cobrança de pênalti, aos 7 minutos do segundo tempo.

Válida pela 22ª rodada do Brasileirão, a partida teve um alto número de boas chances perdidas, especialmente para os donos da casa, que tiveram dificuldades para passar pelo goleiro Keiller. Essa foi a primeira vitória do Ceará sob o comando de Tiago Nunes.

CHAPECOENSE COMEÇA MELHOR

A Chapecoense entrou com grande intensidade na partida. Aos três minutos, Anselmo Ramón recebeu um cruzamento dentro da grande área e cabeceou par fora. Dois minutos depois, ele recebeu uma nova chance e mandou uma bomba à queima-roupa, que foi defendida por Richard. A bola subiu e foi em direção ao gol, mas a zaga do Ceará salvou.

Aos nove, o Ceará também chegou com perigo, em uma jogada ensaiada após cobrança de falta de Jael. Kelvyn conseguiu alcançar a bola, mas pegou mal e mandou longe do gol.

KEILLER SALVA A CHAPE

O jogo ficou mais parelho ainda no primeiro tempo. Aos 36, no entanto, o Ceará teve uma grande chance com Kelvyn, que recebeu a bola praticamente sozinho dentro da grande área e bateu com força de esquerda. Keiller, goleiro da Chape, fechou o ângulo e fez uma defesa espetacular, mandando a bola para escanteio.

CATARINENSES CHEGAM COM PERIGO

Mais uma vez, Anselmo Ramón teve a oportunidade de abrir o placar. No primeiro minuto, após um cruzamento e uma disputa entre a zaga do Ceará e da Chape, a bola sobrou para o atacante, que emendou uma bicicleta. A bola passou pertinho do gol de Richard.

CEARÁ ABRE O PLACAR

Aos cinco minutos do segundo tempo, Luiz Otávio foi derrubado dentro da grande área e o árbitro assinalou o pênalti. Jael tomou uma grande distância para a bola, mas bateu de cavadinha no canto esquerdo goleiro e abriu o placar para o Vozão.

CEARÁ CRESCE, E CHAPE TEM JOGADOR EXPULSO

Aos 22 minutos do segundo tempo, o Ceará já tinha maior domínio da partida. Em um rápido contra-ataque, Jordan, zagueiro da Chape, derrubou Vina, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Dois minutos depois, o meio-campista subiu em novo ataque rápido e chutou forte, obrigando defesa do goleiro Keiller.

CHAPE MANDA BOLA NA TRAVE; CEARÁ RESPONDE

Aos 27 minutos, a Chape mandou a bola na grande área e Derlan cabeceou com força, mas a bola na trave. No lance seguinte, Keiller salvou a Chape de sofrer mais um gol. Erick rabiscou dentro da grande área e mandou de canhota, mas o goleiro estava lá. Ele finalizou mais uma vez aos 31, para fora.

O fim do jogo seguiu a mesma dinâmica, embora o Ceará tentasse cadenciar o jogo para manter a vantagem. A Chape, apesar de ter um jogador a menos, lutou para conseguir um empate, mas não conseguiu.

Ceará: Richard, Gabriel Dias, Gabriel Lacerda, Luiz Otávio, Bruno Pacheco (Lima), Geovane (Marlon), Fernando Sobral, Rick (Erick), Vina (Gabriel Santos), Kelvyn e Jael (Cléber). Técnico: Tiago Nunes

Chapecoense: Keiller, Matheus Ribeiro, Kadu, Jordan, Busanello (Geuvânio), Alan Santos (Ezequiel), Denner, Moisés Ribeiro (Lima), Bruno Silva (Perotti), Mike e Anselmo Ramon (Derlan). Técnico: Pintado

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Auxiliares: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Cândido das Flores (RN)

VAR: Pablo Ramón Gonçalves Pinheiro (RN)

Gols: Jael (CEA), de pênalti, aos 7' do segundo tempo (1-0)

Cartão amarelo: Moisés Ribeiro (CHA), Jordan - 2 (CHA), Lima (CHA)

Cartão vermelho: Jordan - 2 amarelos (CHA)


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes