Compartilhe este texto

Clube do Rio vive saga para primeiro jogo em Porto Alegre desde enchentes

Por Folha de São Paulo

28/05/2024 13h11 — em
Esportes



RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Porto Alegre (RS) receberá seu primeiro jogo de competição oficial da CBF nesta quarta-feira (29), às 18h30, quando o São José receberá o Volta Redonda pela Série C. Para chegar até o local, o clube carioca precisará enfrentar uma verdadeira saga em virtude das consequências da tragédia na capital gaúcha.

ESTÁDIO NÃO FOI AFETADO, MAS ACESSO AINDA É DIFÍCIL

O estádio Passo D'Areia, que sediará a partida, não foi afetado pelas enchentes. Com gramado sintético, ele fica situado no bairro de Santa Maria Goretti, na Zona Norte de Porto Alegre.

A cidade, porém, segue com o aeroporto fechado e com poucas alternativas de acesso e saída via estrada. Por isso, o deslocamento do Volta Redonda será longo e feito em partes:

Londrina (PR) / São Paulo (SP) - Após empatar em 1 a 1 com o Londrina, no último domingo (26), o Voltaço viajou de avião até São Paulo e treinou nesta segunda (27) no CT da base do Corinthians.

Guarulhos (SP) / Passo Fundo (RS) - Na manhã desta terça (28), o Volta Redonda pegou um avião no aeroporto de Guarulhos (SP) e seguiu para Passo Fundo, cidade do interior do Rio Grande do Sul que fica a 289 quilômetros de Porto Alegre (RS).

Passo Fundo (RS) / Porto Alegre (RS) - O trajeto até a capital gaúcha será feito de ônibus e o clube prevê muitas horas de viagem:

Em Passo Fundo nós descemos e vamos de ônibus até Porto Alegre. Devem dar, mais ou menos, umas seis ou sete horas, dependendo de como estiverem as estradasFlávio Horta, presidente do Volta Redonda

Porto Alegre (RS) / Florianópólis (SC) - O Voltaço dormirá em Porto Alegre após a partida. No dia seguinte, viaja de ônibus até Florianópolis (SC), num trajeto de 463 quilômetros e calculado também em cerca de sete horas.

Florianópolis (SC) / São Paulo (SP) / Rio de Janeiro (RJ) - Da capital de Santa Catarina o Volta Redonda pegará um avião até São Paulo e, de lá, um outro até o Rio de Janeiro (RJ).

Rio de Janeiro (RJ) / Volta Redonda (RJ) - Da capital carioca o Voltaço ainda terá um deslocamento de ônibus de 133 quilômetros até sua cidade natal, que leva o mesmo nome do clube. O trajeto é de cerca de duas horas.

TREINO DO SÃO JOSÉ ERA FACULTATIVO E FUNCIONÁRIOS PERDERAM CASA

O São José enfrentou muitas dificuldades mesmo não tendo o estádio afetado pelas enchentes. A situação ficou um pouco mais normalizada somente nos últimos dias.

Os treinos estavam sendo facultativos. Por conta das dificuldades de locomoção pela cidade, muitos jogadores e funcionários não conseguiram ir ao clube. As atividades só foram retomadas com todo o plantel na semana passada.

Ao menos dois funcionários perderam suas casas: um preparador físico e um preparador de goleiros.

Infelizmente, nosso preparador físico perdeu tudo, a mãe dele perdeu tudo. Outros companheiros também não estão conseguindo treinar porque moram em situação bem difícil. Tem fotos aqui que, se mandar, o cara fica tristeZagueiro Carlos Alexandre, em entrevista ao canal do clube, no dia 8 de maio

Vários jogadores participaram ativamente de resgates e entregas de doações. O próprio estádio Passo D'Areia tem servido de ponto de coleta.

O jogo contra o Volta Redonda é tratado como o "Dia da Retomada". O torcedor que doar um quilo de alimento não-perecível ou um produto de limpeza pagará meia-entrada (R$ 25). Os donativos serão enviados às vítimas das enchentes.

CLUBES DIVERGIRAM SOBRE PARALISAÇÃO

São José e Volta Redonda divergiram sobre a paralisação na Série C. O clube gaúcho foi a favor, já o carioca se posicionou contra. No total, dos 20 clubes da competição, somente oito votaram para que o torneio parasse.

O São José, inclusive, fez um pedido formal junto com Ypiranga e Caxias, os outros dois clubes gaúchos na competição. O manifesto foi enviado à CBF e à federação gaúcha, e solicitava a paralisação completa das rodadas até o dia 31 de maio, algo que não foi atendido.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Esportes

+ Esportes