Atlético-GO defende bom momento contra o Athletico-PR

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

16/10/2020 19h33 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Atlético-GO enfrenta o Athletico-PR neste sábado (17), às 19h, no estádio Olímpico, em Goiânia (GO), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time da casa vive um de seus melhores momentos na competição e não perde há duas rodadas.

Depois dos triunfos sobre RB Bragantino, em casa, e Santos, na Vila Belmiro, o Atlético-GO chegou à nona colocação, com 21 pontos e começou a se distanciar da zona de rebaixamento. Com mais um triunfo, pode até começar a brigar por vaga no G-6, o grupo de times que vão à Libertadores.

Para essa partida, o Atlético-GO terá dois desfalques. O lateral esquerdo Nicolas pertence ao Atlético-PR e não poderá atuar por causa de uma cláusula contratual. No ataque, o problema é Ferrareis, que está suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Santos.

Do outro lado, o Athletico-PR está longe de seus melhores momentos. A equipe dirigida por Eduardo Barros está na zona de rebaixamento, ocupando o 18º lugar, com 15 pontos.

Além disso, não vence há quatro partidas -derrotas para Flamengo, Inter e Corinthians e empate contra o Ceará. Diante do Corinthians, na rodada passada, na Arena da Baixada, a equipe rubro-negra tinha um jogador a mais em campo, pressionou durante boa parte do jogo, mas levou um gol nos acréscimos.

Para o confronto, a novidade é o goleiro Santos, que volta ao time após servir a seleção brasileira. O meia-atacante Nikão foi relacionado e pode atuar depois de um mês afastado por causa de lesão. O desfalque é o meio-campista Erick, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

ATLÉTICO-GO

Jean; Dudu, João Victor, Eder, Natanael; Willian Maranhão, Marlon Freitas, Chico; Janderson, Zé Roberto, Matheuzinho. T.: Eduardo Souza

ATLÉTICO-PR

Santos; Khellven, Thiago Heleno, Pedro Henrique, Abner; Wellington, Christian, Cittadini (Ravanelli); Nikão (Geuvânio), Renato Kayzer, Carlos Eduardo. T.: Eduardo Barros

Estádio: Olímpico, em Goiânia (GO)

Horario: 19h deste sábado

Juiz: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)