Após desistir das Olimpíadas por perigo da Covid-19, Guiné decide levar delegação a Tóquio

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

23/07/2021 20h36 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Sanoussy Bantama Sow, ministro do Esporte da Guiné, anunciou na quinta-feira (22) que o país africano estará presente na Olimpíada, recuando da decisão anterior de desistir do evento.

"O governo, após obter garantias das autoridades de saúde, permitiu a participação de nossos atletas", afirmou um comunicado do Ministério do Esporte, que não deu detalhes de que garantias seriam essas.

Na quarta-feira (21), Sow havia dito que o governo estava "preocupado em preservar a saúde dos atletas guineenses" com o surgimento de novas variantes do Sars-CoV-2 e que por isso a nação desistiria do evento.

O posicionamento da última quarta havia causado surpresa no COI (Comitê Olímpico Internacional), que afirmou se tratar apenas de um "mal-entendido".

Agora, a Guiné enviará os seguintes atletas para Tóquio: Fatoumata Yarie Camara (luta olímpica), Mamadou Samba Bah (judô), Fatoumata Lamarana Touré e Mamadou Tahirou Bah (natação) e Aïssata Deen Conté (atletismo). Em 11 participações nos Jogos, o país nunca conquistou uma medalha.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes