Acidente com avião mata quatro jogadores e presidente do Palmas

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

24/01/2021 16h03 — em Esportes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um avião com integrantes da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D do Campeonato Brasileiro, caiu na manhã deste domingo (24) pouco depois de decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional-TO.

De acordo com a assessoria do time, quatro jogadores (Lucas Praxedes, 23, Guilherme Noé, 28, Ranule Gomes, 27, e Marcus Molinari, 23), o presidente do clube, Lucas Meira, 32, e o piloto da aeronave, identificado como comandante Wagner Machado, morreram no acidente.

Não há sobreviventes. Segundo o Corpo de Bombeiros do Tocantins, a aeronave em que as vítimas estavam é um bimotor do modelo Baron, de prefixo PTLYG.

“Quando chegamos, observamos que a aeronave ainda estava em chamas, mas com fogo baixo. Duas explosões foram notadas, o que pode ter sido os tanques nas asas”, afirmou a tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno, comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, para o site da corporação.

Bueno afirmou ainda que as chamas foram controladas e que os bombeiros tentaram ao máximo preservar os corpos e a área do acidente para a perícia.

De acordo com o RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro), o avião é da marca Beech Aircraft, foi fabricado em 1982 e pertence à uma construtora com sede em Redenção (PA).

Procurada pela reportagem, a assessoria do Palmas afirmou que a aeronave pertencia à Meira, e estava em fase de transferência para o nome dele.

O grupo estava a caminho de Goiânia, onde a equipe do Tocantins enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde, na segunda-feira (25).

O Palmas também afirmou que os atletas estavam no avião porque testaram positivo para a Covid-19, antes da partida entre Palmas e Real Noroeste, também pela Copa Verde, que aconteceu na última quarta (20). Por estarem contaminados, viajavam para Goiânia separados do restante da equipe, que iria para a capital de Goiás na noite deste domingo.

Eles ainda não haviam estreado pelo clube tocantinense.

"Os atletas finalizariam o cumprimento do isolamento neste domingo. Com isso, a diretoria decidiu levá-los no voo particular que já seria utilizado pelo presidente, para que terminassem de cumprir o isolamento em Goiânia e assim estar à disposição da comissão técnica para o jogo diante do Vila Nova", afirmou o clube.

Adversário no confronto, o Vila Nova expressou em nota "consternação e profunda tristeza" pelo ocorrido e afirmou que "corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano".

Hugo Jorge Bravo, presidente da agremiação de Goiás, também lamentou o acidente em seu perfil no Twitter e disse que não há clima para o jogo.

No início da tarde, em nota, a CBF informou que a partida foi suspensa e será remarcada posteriormente. A entidade também decretou que se faça um minuto de silêncio nas partidas do Campeonato Brasileiro deste domingo.

A Chapecoense, equipe que sofreu uma tragédia aérea em 2016, também prestou homenagem ao clube de Tocantins. Na ocasião, a aeronave do time catarinense levava 77 pessoas para a partida final da Copa Sul-Americana quando caiu na Colômbia. Foram 71 vítimas. Entre os mortos estavam jogadores e membros da comissão técnica, além de jornalistas e a tripulação da aeronave.

Já o Palmas divulgou comunicado sobre o acidente e disse que se pronunciará "em momento oportuno" para trazer mais informações.

A Copa Verde é um campeonato regional da CBF, que existe desde 2014. Disputam a competição equipes das regiões Norte e Centro-Oeste, além do Espírito Santo. A atual edição começou na última quarta (20), e reúne 24 equipes. O vencedor ganha uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil.

O Palmas havia iniciado sua participação no campeonato na quarta, com uma vitória de 2 a 0 sobre o Real Noroeste.

Maior vencedor do Campeonato Tocantinense, o Palmas conquistou sete edições do Estadual (2000, 2001, 2003, 2004, 2007, 2018 e 2019). A edição de 2020 foi interrompida em março por causa da pandemia. A competição retorna neste domingo (24), na fase semifinal. O clube voltaria a campo pelo torneio Palmas na quinta (28), contra o Araguacema.

A equipe da capital do Tocantins também disputou a Série D do Campeonato Brasileiro de 2020. Foram 14 partidas, com 14 derrotas.

QUEM SÃO AS VÍTIMAS DO CLUBE:

Lucas Meira, 32, empresário e presidente do Palmas, chegou a ser candidato a vice-prefeito da capital tocantinense pelo DEM, em chapa com a então prefeita da cidade, Cinthia Ribeiro (PSDB), que foi reeleita. Ele desistiu da candidatura no final de setembro, alegando "motivos pessoais".

Marcus Molinari, 23, era meia e teve passagens por clubes mineiros, como Araxá, Tupi, Ipatinga e Tupynambás. Ele era filho de Marinho, ex-jogador do Atlético-MG que se destacou na campanha do clube em 2006, quando foi campeão da Série B do Brasileiro.

Ranule, 27, era goleiro, também com passagem por times mineiros (Guaxupé e Tupi, entre outros), além de equipes fluminenses (Portuguesa-RJ, Resende e Sampaio Corrêa-RJ)

Guilherme Noé, 28, atuava como zagueiro e já havia passado pelo Palmas em 2019, quando o time conquistou o campeonato estadual do Tocantins. Também jogou pelo Ipatinga e por equipes paulistas, como Mirassol, Rio Preto e São Bernardo.

Lucas Praxedes, 23, lateral-esquerdo, teve passagem pelos clubes XV de Jaú, Marília e Capivariano, entre outros times do interior.

VEJA NOTA DO PALMAS FUTEBOL E REGATAS:

"O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar."

NOTA DO VILA NOVA

"O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner.

Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte.

O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano."

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Esportes