Siga o Portal do Holanda

Esportes

Sánchez critica desconfiança e reafirma sonho do Santos por título

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O duelo com o Flamengo no próximo sábado (14), no Maracanã, vale, além da liderança do Campeonato Brasileiro e do título simbólico do primeiro turno, a reafirmação de que o Santos está na briga pela conquista da competição, segundo o uruguaio Carlos Sánchez.

O camisa 7 santista afirmou que sua equipe, vice-líder do campeonato, com 37 pontos, dois a menos que o rival rubro-negro, tem sido desacredita pela opinião pública, em detrimento de outros adversários da parte de cima da tabela, como o próprio Flamengo e o Palmeiras, com maiores investimentos.

"Ninguém acredita no Santos, que vai lutar até o final. Isso se vê, se escuta, que o Santos vai cair (na tabela). Mas nós temos confiança, pensamos o inverso do que a maioria pensa. Estamos com muita força para conseguir coisas importantes. O caminho é longo, mas nosso sonho é grande, e isso ninguém nos tira."

"Será difícil, mas temos que ser protagonistas. Como (técnico Jorge) Sampaoli fala no dia a dia: temos que desfrutar do momento que vivemos. Não é sempre que se disputa um título. Temos que alimentar esse sonho do Brasileirão. Conquistar depois de tanto tempo seria lindo", disse o meia.

Octacampeão brasileiro, o Santos não leva o título desde 2004, ano seguinte ao que passou a ser adotado o modelo de pontos corridos, quando contava com os ainda jovens Robinho, Diego e Elano. De lá para cá, os maiores feitos do time da Vila Belmiro na competição foram os vice-campeonatos de 2007 e 2016.

A demonstração de força do Santos, segundo Sánchez, deverá partir do posicionamento da equipe em campo diante do Flamengo. O uruguaio afirmou não querer que o time alvinegro atue recuado, mas que se defenda atacando, fiel ao estilo professado por Sampaoli, que preza pela posse de bola.

"Não podemos pensar só em se defender do ataque do Flamengo, temos que defender atacando", disse em entrevista coletiva nesta quarta-feira (11).

"Será um grande duelo. Os dois times têm grandes jogadores, que podem fazer a diferença. Que estejamos à altura do jogo, em busca dos três pontos. A ideia do Santos sempre é vencer. Temos dias bons e ruins, mas sempre lutando por cada jogo como se fosse o último", completou o uruguaio.

Reserva nos compromissos mais recentes do Santos, Sánchez deverá ser titular no Rio, ocupando a vaga do volante Diego Pituca, suspenso, ou atuando um pouco mais à frente, ao lado de Felipe Jonathan —Evandro, que ainda se recupera de lesão, e Alison também disputam titularidade no meio santista.

A partida entre os líderes da competição, válida pela 19ª rodada, terá início às 17h.

AMAZÔNIA VIOLENTADA. O direito de respirar de nossos filhos

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.