Siga o Portal do Holanda

Esportes

Murray se despede do Aberto da Austrália com derrota e Federer vence fácil

Publicado

em

Em estágios bem diferentes da carreira, Roger Federer e Andy Murray entraram em quadra nesta segunda-feira no Aberto da Austrália e também tiveram destinos opostos. Enquanto o suíço avançou com tranquilidade para a segunda rodada do primeiro Grand Slam da temporada, o britânico caiu logo na estreia, naquele que foi o último jogo da sua carreira em Melbourne.

Murray, porém, não se despediu sem lutar. E muito. O britânico, que anunciou, às vésperas do Aberto da Austrália, a decisão de se aposentar na próxima edição de Wimbledon, por causa das constantes dores na região do quadril, ficou em quadra por 4 horas e 9 minutos. Mas não conseguiu avançar no primeiro Grand Slam da temporada.

Cinco vezes vice-campeão em Melbourne, Murray, hoje apenas o número 229 do mundo, encarou o espanhol Roberto Bautista Agut, o 24º colocado no ranking da ATP, e perdeu por 3 sets a 2, com parciais de 6/4, 6/4, 6/7 (5/7), 6/7 (4/7) e 6/2.

A derrota desta segunda-feira foi a primeira de Murray em um rodada inicial de Grand Slam desde a edição de 2008 do Aberto da Austrália. Esta também foi a primeira vitória de Bautista Agut, em quatro confrontos com o britânico. E agora o espanhol, que neste começo de temporada foi campeão do Torneio de Doha, terá pela frente o australiano John Millman.

Bautista Agut fechou a partida com 53 winners, três a mais do que Murray. E também cometeu menos erros não-forçados - 37 a 51. O espanhol venceu o equilibrado primeiro set após converter o seu único break point no nono game, tendo se salvado de perder o saque no seu serviço anterior. O segundo set foi parecido, com Bautista Agut também vencendo por 6/4 após ser o único a conseguir aproveitar um break point na parcial.

Só que Murray não desistiu. Exibiu garra e vibração para levar os dois sets seguintes ao tie-break, sendo superior em ambos para empatar o jogo em 2 a 2. Mas o britânico não manteve o ritmo na parcial decisiva, exibindo cansaço e sentindo os efeitos da dores no quadril, o que ficou claro na sua pouca movimentação em quadra.

Bautista Agut se aproveitou para logo abrir 5/1, com duas quebras de serviço. Murray ainda venceu um game, mas caiu por 6/2. Mas deixou a quadra da Melbourne Arena ovacionado pela torcida, se despedindo do Aberto da Austrália.

FEDERER VENCE FÁCIL - Atual bicampeão do Grand Slam realizado em Melbourne e dono de seis títulos do evento, Federer não teve problemas para triunfar nesta segunda. O número 3 do mundo encarou e venceu o usbeque Denis Istomin, o 101º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4, em 1 hora e 57 minutos.

Esta foi a 94ª vitória de Federer no Aberto da Austrália, sendo a 15ª consecutiva. E o seu próximo adversário em Melbourne vai ser o britânico Daniel Evans (189º do mundo), que na sua estreia derrotou o japonês Tatsuma Ito (7/5, 6/1 e 7/6).

Sem ter o seu saque ameaçado em todo o duelo, Federer converteu três de nove break points, sendo um em cada set. As quebras de serviço ocorreram no quarto da primeira parcial e no quinto da segunda e da terceira. O suíço também fechou o duelo com 52 winners, 30 a mais do que Istomin. E cometeu 30 erros não-forçados, nove a mais do que o oponente.

Vice-campeão do Aberto da Austrália em 2018, o croata Marin Cilic teve êxito na sua estreia. O número 7 do mundo passou pelo australiano Bernard Tomic, 88º colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/4 e 7/6 (7/3), em 2 horas e 3 minutos. O norte-americano Mackenzie McDonald (79º), que derrotou o russo Andrey Rublev por 6/4, 6/4, 2/6 e 6/4, será o seu oponente na segunda rodada em Melbourne.

David Almeida culpa amigos por contrato superfaturado

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.