Siga o Portal do Holanda

Esportes

Grêmio vê jovens em alta, e Renato estuda trocar medalhões em fase final

Publicado

em

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - A primeira decisão do ano chegou e o Grêmio já vive uma espécie de encruzilhada. Com rendimento irregular de medalhões e crescimento de jovens, a comissão técnica liderada por Renato Gaúcho já estuda mudanças no time considerado ideal. Nomes como Jean Pyerre e Matheus Henrique ganharam muitos pontos nas últimas semanas e o conceito é de que a dupla está 'pedindo passagem'. A dúvida é se eles entram imediatamente na equipe ou não.

No domingo (24), o Grêmio visita o Juventude no jogo de ida das quartas de final do Gauchão. Não existe confirmação de que o time será titular. É possível que os reservas atuem de novo.

Os suplentes foram elogiados pelas atuações no Gre-Nal 418 e diante do Pelotas. Matheus Henrique foi destaque nas duas partidas. Jean Pyerre veio logo atrás. Contra o Libertad, o rendimento de nomes como Maicon e Luan ligou o sinal de alerta.

Segundo apurou a reporgagem, logo após a derrota em casa para o time paraguaio, o Grêmio já começou a conjecturar um time titular com os garotos. As mudanças seriam para acrescentar intensidade e dar mobilidade ao setor de meio-campo.

"O Jean Pyerre, até muito pouco tempo, ninguém conhecia. Ele está pedindo passagem, sim. Falei ao presidente também. Mas não é só ele. E nós estamos descobrindo novos talentos, estamos lapidando os garotos. Fico muito feliz por vocês estarem reconhecendo isso, é sinal que o trabalho está aparecendo. Trabalho de integração entre a base e o time principal. Jean Pyerre e Matheuzinho estão pedindo passagem, sim", disse Renato antes do Gre-Nal.

Nos dias que antecederam o clássico, o Grêmio testou diferentes formações (mas acabou usando escalação reserva) e, durante os testes, foi feita uma experiência inédita: Matheus Henrique como meia aberto pela direita. Na vaga que até o ano passado era de Ramiro e em 2019 tem sido ocupada por Marinho. A ideia é que a versatilidade de Matheus se encaixa com as necessidades do time. O sistema defensivo acabou se mostrando mais vulnerável com o estilo de Marinho casado com funções de Everton, do outro lado do campo. A busca por um novo encaixe tem pautado o dia a dia no CT Presidente Luiz Carvalho.

Dentro do próprio Grêmio, existem correntes que apostam na entrada de Matheus Henrique no time titular. De imediato. Como parceiro de Maicon ou até substituindo o capitão. A troca não seria inédita. Em 2017, o próprio camisa 8 cedeu lugar a Arthur depois de boas atuações do jovem. À época, as lesões de Maicon facilitaram a decisão de manter o então camisa 29.

Jean Pyerre, por outro lado, é sombra de Luan. Depois de tentar Thiago Neves e conversar com Régis, que acabou no Corinthians, o Grêmio decidiu dar rodagem a sua joia. A resposta é a melhor possível. Os passes longos e a boa visão de jogo encheram os olhos de diretoria e comissão técnica. As entradas se tornaram rotina durante as partidas.

O caminho na encruzilhada pode ser tomado somente em 4 de abril, quando o Grêmio visita a Universidad Católica, do Chile, na terceira rodada do grupo 8 da Libertadores. Até lá, o Gauchão será uma espécie de laboratório. Para o rendimento dos jovens e também medalhões.

Vitória de amazonenses no STF. Veja quem esteve na linha de frente dessa luta

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

LEIA A BULA: AVALIAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO AMAZONAS

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.