Siga o Portal do Holanda

Esportes

'Dei porrada mesmo, não me arrependo', diz Romário sobre briga com torcedor

Publicado

em

Foto: Reprodução

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Em entrevista ao "Esporte Espetacular" da TV Globo neste domingo (24), o ex-atacante Romário disse que não se arrepende de ter batido em um torcedor que o provocou durante um treino do Fluminense em 2003. "O cara vai onde eu trabalho jogar galinha de mim? Aí é porrada mesmo. Dei mesmo e não me arrependo", afirmou o atual senador ao ser instado a relembrar o episódio que marcou sua passagem pelo Fluminense.

Na época, torcedores do Flu foram às Laranjeiras para protestar contra os jogadores e atiraram galinhas vivas no campo para provocá-los. Depois do treino, Romário trocou de roupas e foi tirar satisfação na arquibancada, chegando ao ponto de desferir socos em um dos manifestantes. "Cenas como essas são sempre tristes e não fazem parte do futebol, mas fazia parte", afirmou o jogador mais de 15 anos depois à TV Globo.

Durante a entrevista, parte do quadro "Indomáveis" em que o programa conta a história de personagens controversos do esporte, Romário também comentou outros episódios de violência que protagonizou. O ex-jogador, nascido na favela do Jacarezinho no Rio de Janeiro, se descreveu como um "brigador de rua nato".

"Na minha casa, o cara querer tirar onda comigo não dá. Tive que dar umas porradas nele mas depois a gente se resolveu", afirmou ao comentar uma briga em campo com o lateral Cafezinho, do Madureira. O programa mostrou imagens de Romário agredindo outros jogadores com socos, pontapés e voadoras.

Romário também comentou outros momentos polêmicos de sua carreira, quando deu declarações críticas a técnicos, dirigentes e colegas de equipe. "Tenho consciência de que falei algumas merdas nesses anos todos", afirmou. "Eu me considero polêmico, a polêmica faz parte disso. Segundo meus pais eu sempre fui uma pessoa de personalidade forte. Muitos têm vontade de falar, querem falar, mas talvez por medo ou por outra coisa, deixam de se expressar e acabam se frustrando."

O grito de guerra dos professores

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORAH do H ENTREVISTA: MANUEL AUGUSTO PINTO CARDOSO, CIENTISTA DIGITAL

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.