Siga o Portal do Holanda

Esportes

Corinthians aposta no retorno de Gustavo para surpreender a Ferroviária

Publicado

em

O Corinthians conta com o retorno de Gustavo, o Gustagol, para tentar abrir vantagem contra a Ferroviária no jogo de ida das quartas de final do Campeonato Paulista. O duelo será disputado neste domingo, às 17 horas, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

Artilheiro do time na temporada com oito gols, o centroavante está de volta após ficar de fora dos últimos cinco jogos por causa de um problema no joelho esquerdo. Gustagol vem treinando com o restante do grupo desde o início da semana, mas o técnico Fábio Carille optou por poupá-lo da partida contra o Ituano, na quarta-feira.

Nos últimos dias, ele treinou com uma proteção na região lesionada e se mostrou plenamente recuperado. A notícia ruim para o torcedor corintiano será a ausência de Boselli, que teve diagnosticado um edema no mesmo local que seu concorrente de ataque.

Com essa mudança, o time ganha força nas jogadas aéreas. "O Carille sempre falou: temos homens altos na área que podemos utilizar. A volta do Gustavo agrega ainda mais, deixa a área cheia e povoada, auxilia para a gente fazer cruzamentos", disse o meia Pedrinho.

Outra ausência do Corinthians é a do lateral-direito Fagner, convocado para a seleção brasileira. Michel Macedo será seu substituto mais uma vez e reclamou da maratona de jogos que o time enfrenta neste mês. "Nunca tinha jogado uma sequência em tempo tão curto. Na Espanha é um por semana. Venho fazendo trabalhos com preparador físico, nutricionista, estou bem para esta fase", comentou.

A Ferroviária finalmente está de volta às quartas de final do Paulistão. Desde que voltou para a Série A1, em 2016, ainda não tinha passado da primeira fase. Um dos mais tradicionais clubes do interior de São Paulo, o time de Araraquara espera casa cheia para enfrentar o Corinthians. O técnico Vinícius Munhoz vai com força máxima para este jogo decisivo.

O time está invicto há sete jogos, com cinco empates e duas vitórias. Na visão dele, isso é um reflexo da manutenção do elenco que foi finalista da Copa Paulista em 2018 - foi vice-campeão ao perder para a Votuporanguense.

"Em um campeonato de 12 rodadas a gente tem que valorizar uma campanha de sete jogos sem perder. Esse é um dos pontos de equilíbrio. E mostra um pouco do que foi a regularidade desse time durante a primeira fase. Méritos para um clube que conseguiu manter seus principais jogadores", disse.

Classificada com uma rodada de antecedência, a Ferroviária usou uma formação mista contra o Novorizontino, no empate por 1 a 1 da última quarta-feira. A ideia de Vinícius Munhoz, além de poupar seus titulares, era não correr o risco de perder jogadores por suspensão.

A última participação da Ferroviária nas fases finais do Paulistão ocorreu em 1993, há 26 anos. Na época a competição era dividida em módulos, verde e amarelo, e o clube avançou para os quadrangulares finais, mas acabou eliminada. De lá pra cá, amargurou descenso e chegou à última divisão do Estado em 2000, mas aos poucos foi recuperando o seu prestígio.

Na defesa da ZFM, falta um telepronter para Wilson Lima no palco de Brasília

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

ARENA H: Confusão na NBA

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.