.
Siga o Portal do Holanda

Esportes

Atlético-MG mantém salários de time e Sampaoli em meio à crise

Publicado

em

Procuradores terão que optar entre as maçãs e a vovozinha


BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - A Comissão Nacional de Clubes (CNC) informou que os participantes da Série A do Campeonato Brasileiro negociarão individualmente com atletas e membros de comissão técnica sobre questões salariais durante a paralisação do futebol devido à pandemia do novo coronavírus. Os times aguardam também novas medidas do Governo Federal para discutir redução nas remunerações de seus funcionários.

Um dos entusiastas das negociações, o Atlético-MG sequer tocou no assunto com jogadores e integrantes do departamento de futebol. A reportagem apurou que os vencimentos do elenco e de Jorge Sampaoli permanecem os mesmos dos combinados antes da pausa no calendário do esporte no país.

A folha salarial do Galo é de R$ 5,1 milhões na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), conforme revelado pela coluna de Mauro Cézar Pereira no portal UOL. O valor cresce quando computados os direitos de imagem.

A diretoria não se manifesta de forma oficial e trata o assunto como algo interno. Entretanto, a reportagem consultou fontes ligadas a atletas e ao estafe de Sampaoli para ratificar a situação. Não houve qualquer menção do presidente Sérgio Sette Câmara ou do diretor de futebol Alexandre Mattos a membros do plantel para discutir uma redução salarial.

O Governo Federal permite que haja redução dos salários na CLT por meio da Medida Provisória 927, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Na última semana, a CNC informou que estes assuntos, que eram tratados de forma coletiva com a Fenapaf (Federação Nacional de Atletas de Futebol) e o Sindicato dos Atletas, serão "negociados individualmente com seus atletas e demais funcionários do departamento de futebol no que tange a outras medidas que possam ser adotadas no período de paralisação".

Sobre a redução da remuneração, a nota diz que as equipes vão "aguardar novas medidas dos Governos Federal e Estaduais diante do estado de calamidade pública, para avaliar possíveis reduções em remunerações que possam ser estabelecidas".

Recentemente, em entrevista à Rádio 98, o presidente Sérgio Sette Câmara informou que os salários estão em dia na Cidade do Galo. Todavia, confirmou atraso no pagamento dos direitos de imagem.

"Nós estamos com nossos salários em dia aqui no Atlético. Temos apenas o atraso de duas folhas de direito de imagem, mas uma nós vamos acertar em breve. Estamos numa situação bastante razoável. Temos também alguma coisa de premiação, que não é salário, mas nós vamos honrar na medida do possível", comentou.

"Mas a situação do Atlético é uma das melhores no Brasil afora. A gente quer estar com tudo em dia, estávamos caminhando muito para isso, mas essa situação mudou tudo e vai nos exigir tomar atitudes inteligentes e duras", acrescentou.

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.