Siga o Portal do Holanda

Esportes

2 - Peres nega atrito com Sampaoli e admite 'acordo' para usar mais a Vila

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Depois de apresentar a jogadora argentina Sole Jaimes, o presidente José Carlos Peres respondeu perguntas da imprensa em coletiva concedida na tarde desta quinta (11), na Vila Belmiro. O principal assunto em pauta foi o e-mail enviado por Jorge Sampaoli com reclamações e cobranças ao mandatário do Santos, que minimizou a situação.

"Realmente tivemos um problema de vazamento do documento, que é interno. A questão do Sampaoli: ele é um técnico top. Como todo técnico top, quer cada vez mais, quer jogadores, quer ser campeão. Também queremos ser campeões. Eu só lamento que o documento foi vazado. Mas todas as questões são fáceis de resolver. Algumas estão em curso", afirmou.

"A questão de trazer mais jogadores é complicada, de orçamento. Eu tenho um estoque para vender e o que está em uso. Eu preciso fazer dinheiro vendendo o que eu tenho, os que não estão nos planos. Depois, com o dinheiro, trabalhar as aquisições. O campeonato é rápido, não dá para fazer as coisas no afogadilho. Demandas sempre terão, seja lá qual for o técnico. Temos que explicar, às vezes, que nem sempre tudo é possível. O futebol está complicado", disse.

O assunto Sampaoli voltou a ser abordado pelo presidente, que, apesar das cobranças do treinador, negou qualquer tipo de atrito com Sampaoli.

"Eu nunca tive atrito com Sampaoli, nenhum. Com o Cuca também não. Você não viu ele ir na imprensa expor. São situações óbvias. O Santos não é um Barcelona, Real Madrid ou Manchester City, aqui o dinheiro é de acordo com aquilo que você tem de receita e o que você tem de despesa. Trouxemos jogadores. A equipe do Santos está em segundo lugar no Campeonato Brasileiro, está rendendo, os jogadores estão aparecendo. É só ter um pouco de calma", disse.

"Mas eu nunca discuti nem com Sampaoli e nem com Cuca. O Sampaoli é um vencedor, isso que vocês têm que entender. Então ele quer uma equipe forte para ser campeão. Ele tem as demandas, temos que entender e, dentro do possível, cumprir", acrescentou.

Questionado por um repórter, José Carlos Peres disse ainda não considerar que Sampaoli está 'extrapolando' quanto às cobranças: "De maneira nenhuma. É o jeito dele. Nunca discutimos. O respeito é muito grande entre nós. Mas isso acontece. É bom que fique bem claro que ele não foi a público expor. Esse foi um documento vazado que estamos investigando. Estamos mais ou menos próximos de encontrar. Ele não deu entrevista para ninguém para expor qualquer tipo de problema. Ele tem resolvido diretamente comigo, com tranquilidade e respeito".

MAIS JOGOS NA VILA BELMIRO

José Carlos Peres falou ainda sobre o pedido de Jorge Sampaoli para que o time atue mais na Vila Belmiro. De acordo com o presidente, houve um acordo para que isso aconteça, mas, ainda assim, ele fez questão de destacar a promessa de campanha e a importância do Pacaembu.

"A gente combinou de escolher os jogos da Vila e de São Paulo. Não podemos esquecer que na campanha tivemos essa demanda, 50 a 50, e como a Vila esteve fechada uns meses, ainda faltam quatro ou cinco jogos para ficar 50 a 50, e depois fazemos um lá e aqui. O pedido dele é legítimo, é sentarmos juntos e estabelecer. O que não podemos também é abandonar uma massa de torcedores em São Paulo. Mas a nossa casa é a Vila Belmiro, e isso nunca vai deixar de ser", afirmou.

O preço do agrado do governo aos policiais

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.