'Pânico' atira camisetas da Argentina em Mick Jagger

Por

11/07/2014 11h17 — em Famosos & TV

Apesar de ser ilustre no mundo da música, no mundo do futebol Mick Jagger é sinônimo de azar e o último torcedor que qualquer time gostaria de ver na arquibancada.

Isso porque um certo mito tomou conta das redes sociais, de que toda vez que o líder do Rolling Stones torce para algum time, este acaba perdendo a partida. 

Pensando nisso, ainda mais depois que Mick foi flagrado torcendo para o Brasil depois da derrota catastrófica da Seleção na semifinal contra a Alemanha, e na rivalidade do Brasil com a Argentina (e vice-versa) o programa "Pänico na Band" resolveu fazer uma 'mandinga' para os hermanos argentinos.

Depois do jogo Argentina x Holanda na Arena Corinthians, que classificou o time de Messi para a final da Copa do Mundo após a disputa de pênaltis, dois repõrteres do humorístico esperaram o vocalista sair da área VIP. Porém, chegar perto dele foi quase impossível por conta dos seguranças. Sem conseguir se aproximar, Daniel Zuckerman (O Impostor) e Daniel Peixoto (Alfinete) acabaram atirando várias camisa no Jagger, e uma parece ter conseguido 'chegar lá'.

"A gente conseguiu entregar a camisa da Argentina para o Mick Jagger! Agora não tem mais o que fazer. Se com a camisa no Mick Jagger a Argentina ganhar essa Copa do Mundo, meu amigo, aí não tem explicação”, disse Alfinete.

 "Missão cumprida! A camisa foi entregue e agora só resta desejar todo o pé frio do Mick Jagger para a Argentina nessa final com a Alemanha", completou Impostor.

Mesmo com todo o 'bullying' que Mick Jagger vem sofrendo por ser pé frio, ele tenta levar tudo na brincadeira. Em entrevista a um jornal britänico nessa semana, o vocalista até fez piada com a situação apõs ter torcido para o Brasil na derrota de 7 x 1 para a Alemanha. "Eu posso assumir a responsabilidade pelo primeiro gol alemão, mas não os outros seis", disse Jagger.