Justin Bieber pede desculpas por ato racista com versos bíblicos

Por

06/06/2014 12h47 — em Famosos & TV

Justin Bieber recorreu à Bíblia para dar mais uma resposta às críticas que o tem perseguido após mais um vídeo em que o cantor aparece fazendo piadas racistas ter vazado, no início desta semana.

Bieber publicou no Instagram uma foto com parte de uma página do livro 'Jesus Calling', da escritora presbiteriana Sarah Young. O trecho do manual fala de perdão e cita três versículos da Bíblia:

1 João 1:7 — "Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado."

Isaías 61:10 — "É grande o meu prazer no Senhor! Regozija-se a minha alma em meu Deus! Pois ele me vestiu com as vestes da salvação e sobre mim pôs o manto da justiça,
qual noivo que adorna a cabeça como um sacerdote, qual noiva que se enfeita com joias."

João 8:12 — "Falando novamente ao povo, Jesus disse: 'Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida'."

O vídeo em que Bieber faz as piadas de péssimo gosto, foi feito quando ele era adolescente. "Encarar erros de anos atrás tem sido uma das coisas mais difíceis com que já lidei", declarou o popstar. "Mas sinto agora que preciso me responsabilizar por esses erros e não deixá-los se prolongarem mais."

O empresário do artista, Scooter Braun, também se manifestou por meio da internet, publicando uma imagem com a mensagem: "Alguns erros não têm desculpa. São simplesmente errados. Mas a forma como um homem reage a esses erros... Como ele se responsabiliza por eles e aprende com eles... Isso o define mais do que seu próprio erro".

Confira o post original de Bieber no Instagram e, na sequência, o post do empresário dele comentando os eventos recentes: