Padrasto é preso por matar e filmar a si mesmo tendo relação íntima com cadáver da enteada

Por Portal do Holanda

09/12/2014 9h09 — em Mundo

Gregory Graf, de 53 anos, fez um vídeo de si mesmo tendo relação íntima com o corpo de Jessica Padgett de 33 anos de idade, as imagens foram encontradas no computador do acusado.

Ele atirou e matou sua enteada para que pudesse filmar a si mesmo realizado um ato íntimo de abuso ao cadáver da vítima.

Promotores alegam que o acusado confessou o crime e disse ser motivado para cometer o crime por conta da necrofilia, uma doença onde se deseja ter relações íntimas com cadáveres.

A vítima Jéssica foi vista pela última vez em Easton, na Pensilvânia (EUA), quando ia para o trabalho. Seu corpo foi descoberto mais tarde atrás de um galpão, na casa de sua mãe, onde Gregory também morava.

 A vítima, uma mãe de três filhos, tinha acabado de se casar, e era descrita como “uma jovem mulher vibrante, bonita, que era amada por sua família e amigos.”