Siga o Portal do Holanda

Brasil

Mãe de Eliza diz que soltura de Bruno reacendeu a sua dor

Publicado

em

Foto: Reprodução

CAMPO GRANDE - A mãe de Eliza Samudio, Sônia Moura, disse que a decisão do ministro Marco Aurélio Mello de soltar o ex-goleiro Bruno provocou “muita indignação” e reacendeu a sua dor pela morte da filha.

— O momento é de muita indignação. Infelizmente não podemos confiar na Justiça dos homens, só na de Deus. É uma dor que reacende — disse Sônia, que mora em Anhanduí, um distrito localizado a cerca de 40 quilômetros de Campo Grande.

Sônia acredita que o ex-goleiro ficou pouco tempo preso e afirmou não se importar se ele está ou não arrependido do assassinato.

— Infelizmente, ele ficou menos de sete anos preso. Se ele está arrependido, eu não sei e não quero saber. Não me interessa.

Sônia tem a guarda do neto Bruninho, de 7 anos, filho do ex-goleiro com Eliza.

— A gente evita falar no assunto (goleiro Bruno) até para o bem da criança. Melhor esquecer e tentar viver a vida.

A mãe de Eliza, que ganha a vida vendendo bolos e salgados, afirmou ainda que não pensou na possibilidade de Bruno tentar uma aproximação com o filho.

— Não pensei nisso, não penso nele. Não queremos nada dele, nem uma aproximação.

De acordo com Sônia, a família ainda não superou a dor da perda, mesmo depois de quase sete anos.

— É uma dor que nunca vamos superar.

Ela garante, porém, que o neto está bem.

— Meu neto tem saúde e no final o que importa é isso. Não podemos esperar nada de ninguém — desabafou a mãe de Eliza.

:

 

 

 

Deputados suspeitam de espionagem e pedem ajuda do MP

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.