​Em Manaus: Governo federal não prioriza obras viárias, afirma vereador

Por

09/06/2014 14h28 — em

 “Sabemos das dificuldades que um prefeito de Manaus tem para administrá-la. O governo federal infelizmente não olha Manaus com prioridade, mas como um curral eleitoral que dá a cada eleição votação de 80% para seus candidatos”, foi com essa dura crítica que o vereador Marcelo Serafim, fez seu pronunciamento na câmara municipal.
De acordo com o parlamentar que é líder do PSB na Câmara, a cidade não é ajudada em nada para obras viárias pelo atual governo. “O prefeito Artur Neto acreditou no conto do vigário, o enganaram ao longo de dois anos e nada de dinheiro do governo federal pra nossa cidade, nada”, alertou.
Marcelo Serafim enfatizou que o dinheiro veio para a ponte – R$ 1 bilhão - que liga Manaus a Iranduba, para a Arena da Amazônia, para obras faraônicas, vieram tudo de grande construtoras nacionais, mas para a mobilidade urbana da cidade, nada foi investido pelo Governo Federal.
“Nós somos enganados já há algum tempo pelo governo que hoje comanda esta nação. São várias promessas e nada de concreto para Manaus, mas tivemos a bondade do governo federal para construir uma ponte de 1 bilhão de reais que liga Manaus ao outro lado do rio. E o que isso mudou na vida dos cidadãos manauaras? E na qualidade de vida dos moradores da cidade?  em nada. Talvez tenha mudado apenas para quem atravessa a ponte, nos fins de semana, correndo de um lado para o outro ou seja fazer uma ponte de R$ 1 bilhão só para isso? Porque tirar a balsa que fazia a travessia Manaus-Iranduba sinceramente não me convence que valesse R$ 1 bilhão”, alfinetou o parlamentar.
Foto: CMM/Adriane Oliveira

+