Siga o Portal do Holanda

Eleições 2020

Candidatos a prefeito de Manaus têm limite de gastos acima de R$ 10 milhões

Publicado

em

No 2º turno, candidato a prefeito de Manaus tem limite superior a R$ 4 milhões - Foto: Divulgação/Semcom No 2º turno, candidato a prefeito de Manaus tem limite superior a R$ 4 milhões - Foto: Divulgação/Semcom
No 2º turno, candidato a prefeito de Manaus tem limite superior a R$ 4 milhões - Foto: Divulgação/Semcom

Manaus/AM - Os limites de gastos na campanha eleitoral de 2020 já fora definidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que divulgou normas relativas à Lei das Eleições, 9.504/1997, que norteia essas despesas.

No Amazonas, o candidato a prefeito da capital tem limite de gastos de campanha superior a R$ 10 milhões no primeiro turno e, num eventual 2º turno, o limite ultrapassa R$ 4 milhões, enquanto os candidatos a vereador à Câmara Municipal de  Manaus (CMM) têm limite de R$ 628,5 mil.

Além da capital, os outros quatro municípios com limites mais expressivos aos cargos de prefeito e vereador são: Coari, Manacapuru, Tefé e Anamã. No Amazonas, são 18 os municípios onde candidatos a prefeito têm limite de gastos de campanha superior a R$ 300 mil.

A lei dispõe que o candidato será responsável, de forma direta ou por meio de pessoa por ele designada, pela administração financeira de sua campanha, seja usando recursos repassados pelo partido, inclusive os relativos à cota do Fundo Partidário, seja utilizando recursos próprios ou doações de pessoas físicas

Veja o quadro com municípios que têm maiores limites de gastos:

+ Eleição

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.