Secretário da Receita nomeia alvo de Flávio Bolsonaro na Economia antes de deixar o cargo

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

07/12/2021 13h05 — em Economia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - De saída da Receita Federal, o secretário José Barroso Tostes Neto nomeou um alvo do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) para a Corregedoria do Ministério da Economia, comandada por Paulo Guedes.

O auditor José Pereira de Barros Neto deixou a Corregedoria da Receita em julho sob críticas do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e sua defesa.

A nomeação de Barros Neto para o novo cargo foi assinada por Tostes Neto na sexta-feira (4), dia em que foi divulgada a decisão sobre sua exoneração. Ela foi publicada nesta terça-feira (7) no Diário Oficial da União.

A defesa do filho do presidente Jair Bolsonaro afirma que Barros Neto não agiu contra auditores acusados de acessar ilegalmente dados fiscais de outros membros do Fisco. O senador alega ter sido alvo de procedimento semelhante. Os acusados afirmam que agiram de acordo com a lei.

Barros Neto deixou o cargo na Receita em julho no fim do mandato de três anos. Desde então, o cargo está vago em razão de uma disputa entre a cúpula do Fisco e Flávio, que indicou um nome ao posto.

O secretário da Receita permanece no cargo até a nomeação de um substituto. O mais cotado é Júlio César Vieira Gomes, diretor jurídico do Sindfisco (Sindicato Nacional dos Auditores da Receita).


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Economia