Compartilhe este texto

Podcast da Casa das Garças sobre economia desde os anos 1980 deve virar livro

Por Folha de São Paulo / Portal do Holanda

22/01/2022 7h36 — em
Economia



SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ideia inicial era realizar uma série de encontros entre estudantes de economia e formuladores de políticas públicas. As restrições impostas pela pandemia, no entanto, ajudariam a transformar o projeto no podcast A Arte da Política Econômica, produzido pelo Instituto de Estudos de Política Econômica (Iepe)/Casa das Garças.

Composta por 30 episódios, a série reúne gestores que participaram de praticamente todos os governos desde a redemocratização e caminha agora para se tornar um ebook, projeto que está em análise pelos dirigentes da instituição.

Presente em várias plataformas de áudio, o material também está disponível no site da instituição, no qual é acompanhado por um resumo de cada entrevista e sugestões bibliográficas dos participantes --iniciativa que retoma a ideia original de ter como foco os alunos de graduação.

Os dados de audiência, no entanto, mostram que o interesse foi muito além desse público.

José Augusto Coelho Fernandes, pesquisador do Iepe/Casa das Garças responsável pela condução das entrevistas, diz que 76% da audiência está na faixa entre 23 e 44 anos, com 94% dos ouvintes no Brasil (quase metade em São Paulo) e 6% no exterior, com destaque também para pessoas do mercado financeiro e profissionais do direito.

"Foi um resultado, em termos de audiência e impacto, acima das expectativas, já que a gente tinha pensado o programa mais voltado para um público específico de alunos de graduação", afirma.

Um recorte temporal do período abordado poderia ser simbolizado pelos episódios de abertura e encerramento da série, protagonizados, respectivamente, pelos ex-ministros da Fazenda Mailson da Nóbrega (governo Sarney) e Pedro Malan (governo FHC).

Mas há também nomes que passaram pelo primeiro governo Lula, como os ex-secretários do Ministério da Fazenda Murilo Portugal e Marcos Lisboa, e pela gestão Michel Temer, como a ex-secretária do Tesouro Ana Paula Vescovi e a ex-presidente do BNDES Maria Silvia Bastos Marques.

Os episódios são agrupados por temas, como a formulação do Plano Real, gestões de crise, construção de instituições e reformas inconclusas.

Para falar sobre o Plano Real, foram escalados Edmar Bacha, sócio fundador e diretor da Casa das Garças, e os ex-presidentes do Banco Central Persio Arida e Gustavo Franco.

Elena Landau, Ricardo Paes de Barros e Paulo Tafner participam da sequência sobre reformas microeconômicas. Ana Carla Abrão, Bernard Appy e Claudia Costin, sobre reformas inconclusas.

Quando lhe foi perguntado sobre a ausência de gestores dos governos Lula 2 e Dilma Rousseff, de 2007 a 2016, e da atual gestão, Fernandes respondeu que foi dada preferência a profissionais que já participavam de atividades junto ao instituto, além de especialistas em alguns assuntos específicos. O Iepe/Casa das Garças é uma instituição identificada com o pensamento econômico mais ortodoxo e distante de políticas intervencionistas tanto à esquerda como à direita.

José Augusto diz que o objetivo da série é servir como registro histórico sobre a prática da política econômica no Brasil desde os anos 1980, além de buscar lições para o presente.

Uma questão frequentemente citada pelos participantes é a evolução de algumas propostas e políticas públicas que ficaram à espera de uma oportunidade para se tornarem viáveis.

"Essa é uma das conclusões que são repetidas por vários expositores. De que muitas vezes o que fizeram foi buscar dentro da própria estrutura de governo propostas que já estavam prontas e não tinham encontrado a janela de oportunidade para serem implementadas", afirma José Augusto.

Ele também destaca os conselhos que ficam para futuros gestores. Embora, em alguns casos, as palavras possam ser aplicadas aos atuais detentores do poder. Ou excesso de poder, como fala o ex-ministro Mailson da Nóbrega.

"No ministério, a preocupação da equipe econômica deve se sobrepor aos interesses de expansão de poder, já que, por natureza, devido às grandes atribuições dadas ao ministro da Fazenda, ele já é uma figura basilar. Dessa forma, para aquele que venha exercer a função de ministro, cabe priorizar a suas funções e esquivar-se do excesso de centralização."

*

Temas dos Episódios

Crise dos Anos 80

Mailson da Nóbrega

Plano Real

Edmar Bacha

Persio Arida

Gustavo Franco

Gestão de Crises

Arminio Fraga

Pedro Parente

Murilo Portugal

Amaury Bier

Eduardo Guardia

Regimes Monetários e Fiscais

Gustavo Loyola e Eduardo Guimarães

Sergio Werlang

Ilan Goldfajn

Ana Paula Vescovi

Cristiane Schmidt

Reformas Microeconômicas

Marcos Lisboa

Elena Landau

José Márcio Camargo

Ricardo Paes de Barros

Paulo Tafner

Maria Silvia Bastos Marques

Reformas Inconclusas

Ana Carla Abrão

Bernard Appy

Sandra Rios

Claudia Costin

Joana Monteiro

Juliano Assunção

Liderança e Arte da Política Econômica

Paulo Hartung

Marcílio Marques Moreira

Pedro Malan

Disponível em diversas plataformas de podcast e em iepecdg.com.br/podcast


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Economia

+ Economia